(ESAF) Leia o texto seguinte para responder a questão.

O que os cientistas admitem hoje é que a idade da terra sobe a bilhões de anos, ou mesmo a tempo muito maior, dentro do qual o aparecimento da vida impõe-se como de época recente, embora ainda recuada de centenas de milhões de anos. Interessante é que os espaços paleontológicos sejam tanto mais curtos quanto mais avançada é a organização da vida, passando do reino vegetal ao animal e das formas inferiores às superiores. A era cenozóica, compreendendo as idades terciária e quaternária, durante a qual surgiram os mamíferos placentários, o mastodonte, o elefante, o rinoceronte, assim como outros e também o homem, é calculada em 50 milhões de anos enquanto a época anterior, durante a qualapareceram reptis, tartarugas, dinossauros, as primeiras aves, serpentes, mamíferos, numerosos insetos e plantas com flores, deve ter durado quase o triplo desse tempo, aproximadamente 150 milhões de anos. A era anterior, a paleozóica, a dos primeiros reptis, crustáceos, moluscos, pólipos, cefalópodes, reláquios, cordados e outros é estimada em mais de 350 milhões de anos, enquanto que as eras anteriores, com vestígios de vida animal nas sedimentações de carvão de pedra, têm uma duração calculada em mais de um bilhão de anos. Mas, apesar de todos esses cálculos serem apresentados como devendo corresponder à realidade, não há dúvida de que a idade provável do mundo e a da época em que apareceram a matéria vida, depois os animais e finalmente o homem, são por demais problemáticas, comportando devidas eimprecisões, embora numerosos dados concretos dêem o direito de se fomuilar tais suposições. Assim, mesmo que o fator tempo não possa ser estimado de maneira precisa, não há dúvida de que as idades em questão devem ser medidas, não por milhares de anos, sim por dezenas, centenas ou mesmo milhões deles, como tem sido comprovado pelos achados mencionados. (SILVA MELIO, Religião: Prós e Contras. Civilização Brasileira.)

Marque o item que corrobora as ideias defendidas no texto.

a)

a) Relativizado à idade do planeta em que vivemos, o surgimento das primeiras formas de vida vegetal pode ser considerado, de certa forma, recente e, sem dúvida, como o último passo da cadeia representativa da evolução humana.

b)

b) Maior sofisticação do tipo de vida encontrada na Terra ocorre em relação direta com os diversos estágios que se sucederam na formação do planeta: quanto mais evoluídos os seres que o habitavam, maior o tempo necessário para a transposição a um outro estágio.

c)

c) A mais antiga das eras por que passou a evolução do planeta — a era paleozóica — é estimada, em sua duração, em cerca de 350 milhões de anos.

d)

d) O surgimento das primeiras aves, das serpentes, de alguns mamíferos, numerosos insetos ocorreu em período de aproximadamente 150 milhões de anos, com existência entre as eras cenozóica e paleozóica.

e)

e) A era de maior duração - estimada em mais de um bilhão de anos - curiosamente é aquela em que não se nota qualquer traço de vida animal, sendo, na verdade, apenas depositária dos minerais, dentre os quais sobressai o carvão de pedra.

1

Respostas

2013-10-09T18:09:26-03:00
RESPOSTA LETRA ( D )
O surgimento das primeiras aves, das serpentes, de alguns mamíferos, numerosos insetos ocorreu em período de aproximadamente 150 milhões de anos, com existência entre as eras cenozóica e paleozóica.


5 4 5
A resposta correta é a letra "E "digo com toda certeza.
RESPOSTA CERTA: e) A era de maior duração - estimada em mais de um bilhão de anos - curiosamente é aquela em que não se nota qualquer traço de vida animal, sendo, na verdade, apenas depositária dos minerais, dentre os quais sobressai o carvão de pedra.