Considerando as concepções “inatista” e “ambientalista” do desenvolvimento humano, analise o seguinte caso:
Ana
Beatriz tem 10 anos e está na 3ª série. Apresenta dificuldades na
leitura e interpretação de texto e se mostra dispersa durante as aulas.
Quando lê, não compreende o que leu. Copia a lição da lousa, mas não
entende o que está copiando. Seu rendimento escolar está abaixo do
esperado. A mãe de Ana Beatriz é severa com a menina, colocando-a de
castigo todas as vezes em que a menina tira notas baixas nas provas. O
pai participa pouco do andamento escolar da filha e acredita que ela não
“leva jeito” para o estudo. Ele justifica a filha dizendo que ela não
nasceu para estudar porque é pouco inteligente e desde pequena se mostra
lenta e preguiçosa. Já a professora da Ana Beatriz, acredita que por
meio de recompensas, como elogios e prêmios sempre que ela conseguir um
bom desempenho escolar, ela poderá ir, aos poucos, se interessando pela
leitura e participará mais das aulas. A psicóloga da escola fez uma
avaliação psicológica da menina através da aplicação de um teste de
nível intelectual e de um psicodiagnóstico, de forma a confirmar ou não
as hipóteses de rebaixamento intelectual ou de algum distúrbio
neurológico que afetaria a aquisição da leitura e desencadearia a
dispersão da aluna
. Selecione a
alternativa que relaciona corretamente as concepções de desenvolvimento
mencionadas com as opiniões dos adultos envolvidos no caso.





Escolher uma resposta

.







a.
Mãe: Concepção ambientalista, pois acredita que poderá controlar o
comportamento da filha; Pai: Concepção ambientalista, pois encara a
preguiça como defeito de nascença; Professora: Concepção ambientalista,
pois acredita que através da manipulação da menina, oferecendo estímulos
positivos poderá alterar o comportamento em relação à leitura e
desencadear o interesse da menina. Psicóloga: Concepção inatista, na
medida em que considera a dificuldade da menina um distúrbio ou uma
deficiência, isto é, algo que diz respeito ao potencial biológico.











b.
B Mãe: Concepção ambientalista, pois acredita que poderá controlar o
comportamento da filha; Pai: Concepção ambientalista, pois mostra a
crença de que a filha já nasceu pouco inteligente e lenta e não vai
aprender; Professora: Concepção ambientalista, pois acredita que através
da manipulação do meio, oferecendo reforço positivo como conseqüência
do comportamento esperado, poderá modificar o comportamento da leitura e
desencadear o interesse da menina. Psicóloga: Concepção inatista, na
medida em que considera a dificuldade da menina um distúrbio ou uma
deficiência, isto é, algo que diz respeito ao potencial biológico.












c.

Mãe: Concepção ambientalista, pois acredita que poderá controlar o
comportamento da filha; Pai: Concepção inatista, pois mostra a crença de
que a filha já nasceu pouco inteligente e lenta e não vai aprender;
Professora: Concepção ambientalista, pois acredita que através da
manipulação do meio, oferecendo reforço positivo como conseqüência do
comportamento esperado, poderá modificar o comportamento da leitura e
desencadear o interesse da menina. Psicóloga: Concepção inatista, na
medida em que considera a dificuldade da menina um distúrbio ou uma
deficiência, isto é, algo que diz respeito ao potencial biológico.












d.

Mãe: Concepção inatista, pois acredita que poderá controlar o
comportamento da filha; Pai: Concepção ambientalista, pois mostra a
crença de que a filha já nasceu pouco inteligente e lenta e não vai
aprender; Professora: Concepção inatista, pois acredita que através da
manipulação do meio, oferecendo reforço positivo como conseqüência do
comportamento esperado, poderá modificar o comportamento da leitura e
desencadear o interesse da menina. Psicóloga: Concepção inatista, na
medida em que considera a dificuldade da menina um distúrbio ou uma
deficiência, isto é, algo que diz respeito ao potencial biológico.













1
ai me ajudem ai pessoal por favor

Respostas

2013-10-10T22:40:19-03:00
 a  resposta e a alternativa (C) uma vez que as atitudes tomadas pela, Mãe, professora são ambientalistas , acreditam que as coisas podem ser mudada através do meio e o pai e psicologa inatista pois acredita que a filha não mude que o problema e genetico
13 4 13