Respostas

2013-10-20T23:45:26-02:00
Dados:
m de O2 = 0,64 Kg                                                    
V = 0,0205 m^3                                                                                                    P = 8.10^5 N/m^2
n ---> número de mol ---> n=m(massa da subst. / M(massa molar)
n = 640(g) / 32(g/mol) = 20 mol de O2
A)Lembre-se da fórmula: P.V = n.R.T
R= 0,082 ---> não foi dado, mas é decorado.
Como a curva AB é uma isoterma, pode ser usado qualquer ponto(da curva) para efetuar os cálculos, então:
>ponto A
 P . V = n.R.T
8.10^5 . 2,05.10^-2 = 20.0,082.T
T= 16400 / 1,64 ---> T= 10000 K

B) Se a isoterma é uma linha reta, apenas calcule a área do trapézio:
A=T
T= (B + b).h / 2
T= (8.10^5 + 4.10^5).2,05.10^-2 / 2
T= (12.10^5).2,05.10^-2 / 2 = 2050 J

C) DQ = T + DU sendo: DQ(calor absorvido); T(trabalho realizado); DU(variação da                                                                                                      energia interna).
Como a curva é uma isoterma, então não há variação da energia interna, por isso:
DQ= T
DQ= 2050 J