Respostas

2013-11-07T21:42:53-02:00

Milhares de soldados e voluntários civis participaram da rebelião formada no estado de São Paulo contra o Governo Provisório de Getúlio Vargas, lutando em busca de liberdade, democracia e uma nova constituição para o país. O poder político de São Paulo diminuiu após a Revolução de 1930 e o descontentamento motivou a população para o Movimento Constitucionalista com o propósito de restaurar a influência dos paulistas, que tiveram o estado entregue a um interventor “tenentista” de idéias totalitárias. A conspiração, organizada por representantes de partidos políticos, oficiais do exército e comandantes da Força Pública, não foi restrita somente a São Paulo, repercutindo também com protestos e manifestações em outros estados. No total, foram 87 dias de combates, (de 9 de julho a 4 de outubro de 1932 - sendo o último dois dias depois da rendição paulista), com um saldo oficial de 934 mortos, embora estimativas, não oficiais, reportem até 2.200 mortos. Após o movimento, São Paulo voltou a ser governado por paulistas, e, dois anos depois, uma nova constituição foi promulgada.
2 4 2