Respostas

2013-11-07T21:28:42-02:00
Passagem para República 
Apesar dos progressos que Roma vinha alcançando com a Monarquia, no reinado de Tarquínio as famílias romanas poderosas (os patrícios) ficaram insatisfeitas com as medidas adotadas por esse rei etrusco em favor dos plebeus. 
Para controlar diretamente o poder em Roma, os patrícios, que formavam o Senado, rebelaram-se contra o rei, expulsando-o estabelecendo uma nova organização política: a República. 
Em 250 a.C. os romanos invadiram a Grécia e absorveram seu legado cultural. Originalmente Roma era monárquica. A substituição da Monarquia pela República foi protagonizada pelos patrícios. Os patrícios eram grandes proprietários de terra e credores dos plebeus; constituíam a aristocracia romana. Compunham uma elite que desempenhava funções públicas; militares; religiosas; no aparato da justiça ou da administração. Os patrícios dominavam a cena política, pois pertenciam às famílias mais antigas de Roma e descendiam dos chefes tribais do período pré-romano. Os patrícios criaram as instituições romanas, base da República, como forma de assegurarem-se do monopólio do poder em detrimento da realeza. 
1 5 1