(Fuvest-SP) O gráfico representa a velocidade escalar, em função do tempo, de um carrinho de montanha-russa com massa de 200 kg.


v(m/s) | ___

15 | / |

| / |

10 |------/|\ / |

| / | \ / |

5|---/--|---\/ |

| / | | |

__|_/__ |__|______|__________
0 | 5 10 15 t(s)

No instante t= 15s, o carrinho chega ao nível do solo. Despreze o atrito e considere g= 10m/s². Calcule:

a) O trabalho realizado pela força da gravidade entre os instantes t= 5s e t= 15s;

b) A altura de que partiu o carrinho.

1

Respostas

2013-11-18T05:30:43-02:00
A primeira coisa a fazer é calcular a energia mecânica:

Lembrando que no solo não há Energia potencial gravitacional, já que sua altura é 0 e a formula de Epg = m*g*h onde h é altura e se ela for 0, zera o sistema, logo, temos apenas energia cinética:

Lembrando que a velocidade nesse caso é de 15 m/s, pois é o ponto de 15s.

Em = mv²/2 => 200*15²/2 = 200*225/2 = 45000/2 =  22500J

Agora precisamos encontrar sua altura que o carrinho está no período de 5s com a velocidade igual a 10 m/s.

Faremos o mesmo do que fizemos acima utilizando a formula de energia mecânica e lei de conservação de energia, só que já temos a energia mecânica de 15s, basta igualar com a energia mecânica de 5s.

Em = Epg + Ec => 22500 = m*v²/2 + m*g*h = 200*10*10/2 + 200*10*h
=> 22500 = 20000/2 + 2000h => 2000h = 22500-10000 => 2000h = 12500 => h = 12500/2000 => h = 6,25 m

Calculando o trabalho:

Trabalho = massa*aceleração ( gravidade )

T = 200*10*6,25 = 2000*6,25 = 12500 J

b ) A altura máxima será o ponto onde a Energia Mecânica dos 15s se igualará a Energia Potencial Gravitacional e não terá a energia cinética pois é o ponto onde a velocidade será 0!

Em = m*g*h => 22500 = 200*10*h => 22500 = 2000h => h = 22500/2000 => 11,25 m

I hope you like it.
6 4 6