As máquinas estão assumindo funções cada vez mais corriqueiras no cotidiano das pessoas. Máquinas que lavam ou secam são bastante comuns hoje. Mas, e se ao abastecermos nosso carro, houvesse uma máquina ao invés de uma pessoa? Leia a reportagem a seguir que trata do assunto: O futuro dos postos de gasolina: robôs enchem o tanque do seu carro No Brasil, todo posto de gasolina exige a presença do frentista. Bombas de autosserviço, que você mesmo pode usar para encher o tanque, são proibidas por lei desde 2000. Mas e se o frentista for… um robô? As empresas Husky e Fuelmatics estão desenvolvendo bombas robóticas que abastecem seu veículo de forma automática quando você estaciona no posto. Que mundo maravilhoso. No momento, o sistema requer um veículo com um tanque de gasolina sem tampa interna. (Você precisaria sair do carro e abrir a tampa externa com a chave, se for necessário.) Então, a bomba é inserida e o tanque é preenchido automaticamente, enquanto um sistema de fecho a vácuo evita vazamento de combustível. Além de dispensar o frentista, o sistema robótico pode reduzir o tempo de abastecimento em até 30%, o que deve ajudar a reduzir filas no posto. A menos, é claro, que o Brasil proíba algo assim também. Disponível em: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/10/inteligencia-dos-eua-nega-ter-espionado-o-vaticano.html, acessado dia 31/10/13 Tendo em vista um contexto tecnológico de oferta de serviços e mão de obra à população, analise as implicações das mudanças citadas no texto O futuro dos postos de gasolina: robôs enchem o tanque do seu carro e assinale a alternativa correta:
a-Caso seja proibida a adoção de novas tecnologias nos postos, os preços continuarão altos já que os empresários não terão como lidar com os custos da venda de combustível, que hoje estão entre os mais altos do planeta graças ao valor pago aos frentistas.

b- O aumento das máquinas, ao contrário do que o senso comum indica, não causa apenas reduções do número de empregos. Resumindo, diríamos que a mecanização destrói empregos onde eu vejo e cria onde eu não vejo.

c- avanço das máquinas promove o ganho do empresário apenas. Se nada for feito para parar este processo, vamos acabar em uma sociedade completamente sem empregos.

d- A mecanização das rotinas do dia a dia implica apenas em melhoras na qualidade de vida. Com mais robôs trabalhando, ficaremos livres para o ócio e o lazer.

e- O papel do governo, decidindo futuramente sobre a legalidade ou não destas novas tecnologias, é fundamental. Uma vez que suas decisões são sempre imparciais e justas, cabe a ele arbitrar sobre estas questões.

1
alguem sabe pra ajudar ?

Respostas

2013-11-24T20:13:16-02:00
Letra b .... pois sem frentista teremos tecnicos para fazer a manutenção das maquinas fora todo trabalho gerado na automatização dos postos...
Resposta correta
O aumento das máquinas, ao contrário do que o senso comum indica, não causa apenas reduções do número de empregos. Resumindo, diríamos que a mecanização destrói empregos onde eu vejo e cria onde eu não vejo.