Relacionando os conflitos com a cultura, McINTYRE afirma que “Em resultado de uma análise feita a cinco países, Ting-Toomey, Gao, Trubisky, Yang, Kim Lin e Nishida (1991) demonstraram que a cultura nacional poderá influenciar no estilo de conflito utilizado. O estudo destes autores provou que os participantes americanos usam mais o estilo de dominar do que os seus congêneres japoneses ou coreanos, e que os chineses utilizam mais os estilos de acomodar e evitar do que os americanos. Estes resultados podem ser interpretados à luz da cultura predominante (por exemplo: as culturas asiáticas têm alguma tendência para serem coletivistas e promoverem um estilo menos confrontativo, o que valoriza a harmonia entre as partes). Esta cultura coletivista favorece, de igual modo, a submissão do subordinado ao chefe como sinal de respeito” (Hofstede, 2001). A respeito da citação acima, podemos afirmar: ( I ) Os americanos são mais incisivos, dominadores, na gestão dos conflitos, que os japoneses e coreanos. ( II ) Não é possível estabelecer nenhuma relação entre a cultura nacional e modelo de gerenciamento dos conflitos. (III) Os chineses e coreanos possuem um estilo mais apaziguador, visto que valorizam a fidelidade e harmonia no grupo. (IV) As culturas asiáticas incentivam o enfrentamento dos problemas. Está(ão) correta(s) apenas:

1

Respostas

2013-11-25T23:29:16-02:00
Resposta correta: Afirmativas I e III
1 5 1