Respostas

2013-11-27T01:09:48-02:00
Há três tipos puros de dominação: tradicional, carismática e racional-legal. Segundo Weber, a dominação tradicional é exemplificada pelo patriarcado, quando a autoridade se reconhece pela força da tradição e da evocação do antepassado; a dominação carismáticas se dá pela autoridade messiânica ou guerreira, ou quando um líder é populista o bastante para fomentar o afeto popular; já a dominação racional se dá pelas leis escritas, pelo estatuto e pela burocracia profissionalizada no Estado.  
2013-11-27T01:11:31-02:00
Weber definiu as dominações como a oportunidade de encontrar uma pessoa determinada pronta a obedecer a uma ordem de conteúdo determinado.

Dominação Legal (onde qualquer direito pode ser criado e modificado através de um estatuto sancionado corretamente), tendo a “burocracia” como sendo o tipo mais puro desta dominação. 

Dominação Tradicional (onde a autoridade é, pura e simplesmente, suportada pela existência de uma fidelidade tradicional); o governante é o patriarca ou senhor, os dominados são os súditos e o funcionário é o servidor. 

Dominação Carismática (onde a autoridade é suportada, graças a uma devoção afetiva por parte dos dominados). Ela assenta sobre as “crenças” transmitidas por profetas, sobre o “reconhecimento” que pessoalmente alcançam os heróis e os demagogos, durante as guerras e revoluções, nas ruas e nas tribunas, convertendo a fé e o reconhecimento em deveres invioláveis que lhes são devidos pelos governados.