Respostas

2013-12-09T19:25:41-02:00
Heráclito concebia a realidade como algo em constante mutação ou movimento. Não é atoa que ele diz que não se pode entrar duas vezes no mesmo rio, pois na segunda vez o rio já estará diferente do rio da primeira. Sua escola era chamada de mobilista, pelas razões já citadas.
10 4 10
2013-12-09T19:27:25-02:00
Heráclito de Éfeso: é que dará o segundo grande passo trazendo consigo a concepção da dialética. Heráclito interpretou a realidade tendo como princípio o DEVIR. Esta via de acesso é observada através dos fragmentos de Heráclito que dizem: “Para os que entram nos mesmos rios, afluem sempre outras águas.” ou “ Não se pode entrar duas vezes no mesmo rio”
O que Heráclito quer dizer é que precisamos ver como a realidade se ALTERA constantemente, como a água de um rio que se altera, como um vegetal qualquer que cresce e se desenvolve, e até o próprio homem, que cresce, e se desenvolve, se transforma, ou seja, sofre alterações a cada instante. Contudo, à medida que nos tornamos diferentes, mantemos a nossa identidade; embora sejamos diferentes, continuamos sempre sendo iguais.
O que estamos tentando dizer é que toda identidade possui diferenças, por exemplo: jovem e velho, pequeno e grande, verde e maduro; são opostos que se completam em uma unidade, no uno, na identidade. Afirma-se então que cada diferença encontra a sua identidade de duas maneiras:
1ª – Em sua posição e afirmação do que ele é.
2ª – Pela diferença, pelo o que ele não é, ou seja, o seu oposto.
2 5 2