O lado dramático e cruel da situação educacional brasileira está exatamente aí?

O lado dramático e cruel da situação educacional brasileira está exatamente aí. O homem da camada social dominante tira proveito das deformações de sua concepção de mundo. Ao manter a ignorância, preserva sua posição de mando, com os privilégios correspondentes. O mesmo não sucede com o homem do Povo. As deformações de sua concepção de mundo atre¬lam-no, indefinidamente, a um estado de incapacidade, miséria e subserviência. Transformar essa condição humana, tão negativa para a sociedade brasileira, não poderia ser uma tarefa exclusiva das escolas. Todo o nosso mundo precisaria reorganizar-se, para atingir-se esse fim. No entanto, é sabido que as escolas teriam uma contribuição específica a dar, como agências de formação do horizonte intelectual dos homens. Cabia à lei fixar certas condições, que assegurassem duas coisas essenciais: a eqüidade na distribuição das oportunidades educacionais; a conversão das escolas em instituições socializadoras, pondo cobro ao divórcio existente entre a escolarização e o mio social. Ainda aqui a lei se mostra parcial e inoperante. Atende aos interesses dos novos círculos de privilegiados da sociedade brasileira, como as classes médias e ricas das grandes cidades, e detém-se diante do desafio crucial: a preparação do homem para a democracia, que exige uma educação que não seja alienas política, social e historicamente.



1- Qual é a função da educação em uma sociedade democrática?


2- Que problemas o autor identifica na educação no Brasil?

1

Respostas

2013-12-10T23:03:30-02:00
1-A função da educação é transmitir o legado da humanidade e preparar a juventude para assumir as rédeas do mundo. Numa democracia, como na anarquia, esse legado inclui uma série de valores essenciais para uma sociedade livre, justa, harmônica, fraterna, próspera, aprazível. Valores como a liberdade, a honestidade, o ceticismo, a bondade, a bravura, a solidariedade, a cooperação, a diligência, a justiça, a cultura etc.
2-a desvalorização do professor, o currículo mal elaborado, falta de estrutura e investimento na área.
0