Os problemas urbanos que surgiram com a industrialização se transformaram em uma preocupação. Tanto para empresários, empregados e para o poder público as práticas de violência, alcoolismo, prostituição, homicídio, epidemias colocavam em risco a convivência social. Sobre esta questão, julgue as afirmações abaixo e assinale a alternativa correspondente: 1. Ao mesmo tempo em que a miséria era uma condição do desenvolvimento industrial e seu ambiente, muitas vezes, nocivo, as condições que eram geradas pela industrialização, promovia uma tensão social que tinha como vítimas todos os habitantes das cidades. 2. Os operários reagiram ao ambiente nocivo. Surgiu o movimento "quebra máquinas". Uma forma de expressar o descontentamento com a violência no trabalho através da destruição do maquinário industrial. 3. A desagregação das relações familiares foi uma das características da sociedade industrial urbana em sua formação. O suicídio se alastrou entre as classes populares como consequência da ruptura das relações sociais adquiridas no campo. 4. O problema social que ocorrera com o desenvolvimento industrial está ligado diretamente ao desequilíbrio mental ocorrido com os trabalhadores que não conseguiram se adaptar à vida urbana. Para essa minoria, a crise que se estabeleceu foi expressa em ações de violência. ALTERNATIVAS Somente as alternativas 1, 2 e 3 estão corretas. Somente as alternativas 2, 3 e 4 estão corretas. Somente as alternativas 1, 2 e 4 estão corretas. Somente as alternativas 1, 3 e 4 estão corretas. Todas as alternativas estão corretas.

1

Respostas

2013-04-17T23:59:37-03:00

3. A desagregação das relações familiares foi uma das características da sociedade industrial urbana em sua formação. O suicídio se alastrou entre as classes populares como consequência da ruptura das relações sociais adquiridas no campo.

 

Considero verídica, à partir do momento em que as famílias transportavam-se para a zona urbana em busca de melhoria de vida, com a ilusão de empregos, remunerção melhor, vida estável... e encontravam uma realidade completamente contraditória a que pensavam, já que a falta de qualificação profissional erarasaltada pelos empregadores, que muitas vezes exigiam experiência,  a procura por emprego era enorme, tornando o trabalho super valorizado, e devido a isto a remuneração era inferior e injusta quanto ao serviço. Ocasionando também a busca por residências constantes, como o centro e os arredores estavam geralmente super cheios, estes migram também para o interior,  passando por péssimas condições, em moradias desvalorizadas, e periogosas, gerando também a favelização.

3 3 3