Respostas

2013-12-12T19:29:47-02:00
Constituição de 1824, era um compromisso entre coimbrãos ou realistas e os vintistas ou liberais: que introduziram o bicameralismo para reforçar o poder da Coroa, ao atribuir-lhe também o exercício do poder moderador, por outro, não deixaram de nela inserir uma extensa declaração de direitos, digna das malogradas constituições ibéricas. O resultado era que, sem trair o texto constitucional, era possível, conforme as circunstâncias, tanto legitimar uma monarquia constitucional conforme o figurino de Constant, na qual o monarca era o somente o gerente neutro do sistema representativo, quanto um regime verdadeiramente monarquiano, onde o Imperador se afirmasse como o principal representante da Nação contra as facções que dominariam o Parlamento.