“Como costumava dizer meu professor Leslie White, um macaco não é capaz
de apreciar a diferença entre água benta e água destilada — pois não há
diferença, quimicamente falando. Nenhum outro animal, tampouco, organiza os
fundamentos afetivos, as atrações e repulsões de suas estratégias reprodutivas
a partir de significados, sejam eles conceitos socialmente contingentes de
beleza ou noções historicamente variáveis de moralidade sexual.” (idem)







Quando o autor diz que “um macaco não é capaz de apreciar a diferença
entre água benta e água destilada”, está afirmando que:

Escolher uma resposta.


a. Diferentemente
dos seres humanos, os animais estão presos à sua constituição biológica e suas
ações acabam sendo destinadas somente à sobrevivência, enquanto o ser humano é
capaz de produzir “cultura”, ou seja, de modificar a natureza construindo
instrumentos de trabalho e de pura apreciação estética.



b. Apesar de ser
considerada pela antropologia parte da manifestação primitiva da racionalidade
humana, a religião é um exemplo da capacidade humana de produção de
significados que não são geneticamente determinados, mas sim socialmente.


c. Uma das principais
características que diferencia homens de animais é a capacidade que os humanos
possuem de construir um universo simbólico entendido dentro do grupo a que
pertencem, ou seja, de compartilharem significados que são de ordem cultural e
social e não biológica.



d. Uma das principais
características que diferencia homens de animais é a capacidade dos seres
humanos de crerem em religiões e em seres metafísicos, sendo que a antropologia
considera a religião como a primeira forma de desenvolvimento da racionalidade
humana;

1

Respostas

2013-12-13T23:28:24-02:00
D. Uma das principais
características que diferencia homens de animais é a capacidade dos seres
humanos de crerem em religiões e em seres metafísicos, sendo que a antropologia
considera a religião como a primeira forma de desenvolvimento da racionalidade
humana; 
5 4 5