Respostas

2014-01-11T13:10:20-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Cara Letícia,

É uma questão bastante interessante.

Sabe-se que, com a Reforma Protestante, o poder de Roma se viu ameaçado pela perda de fiéis, de modo que passou a investir e apoiar a colonização enquanto uma maneira de expandir a Fé católica.

Nesse sentido, contribuindo para o êxito do projeto colonizador, os jesuítas eram bem organizados, estudiosos, e práticos, trocando experiências sobre as práticas de catequização no mundo inteiro, analisando quais tinham êxito ou não, bem como apropriando-se das culturas locais para melhor converterem. 

Tal como fizeram no Japão, eles aprenderam as línguas indígenas e criaram dicionários destas para o português, ensinando-os a cultivar a terra e cuidar de animais, criando povoamentos que se converteram em cidades, em diferentes locais do Brasil. Muitos desses índios eram, contrariando a vontade dos religiosos, capturados e convertidos em escravos. 

Na verdade, eles não desejavam a escravidão dos indígenas, mas os convertiam à religião católica, bem como à vida sedentária com o cultivo de plantas e animais trazidos de outras partes do mundo. Assim, esses religiosos adquiriram poder na sociedade, tanto que foram expulsos do Brasil em 1759.

Outro fator que contribuiu para a conversão religiosa foram as 
gigantescas quantidades de vítimas indígenas das epidemias trazidas pelos  enquanto os portugueses não eram tão afetados pelas mesmas doenças (em razão de, na Europa, após dezenas ou centenas de gerações, a maior parte das pessoas eram descendentes daqueles que apresentavam algum tipo de resistência a essas doenças) houve uma dominação cultural, pois os indígenas passaram a acreditar que isso se devia ao deus dos europeus ser mais forte que os deles, de modo que houve a desestruturação de muitas sociedades indígenas e a conversão em massa em busca de salvação contra as epidemias e, em parte, por isso, até hoje, a maioria da população que habita a América é cristã.
1 5 1