Atualmente a globalização esta em uma etapa de interação avançada entre outros países. Este fator não implica necessariamente em melhorias das condições de vida da sociedade. A globalização é oriunda de evoluções ocorridas, principalmente nos meios de transportes e nas telecomunicações, fazendo com que o mundo "encurtasse" as distancias. Qual a relação das Grandes navegações com a globalização?

1

Respostas

2014-01-15T01:42:27-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada Nani,

As grandes navegações foram um empreendimento que necessitaram de um grau de organização, desenvolvimento tecnológico, empenho, e interesse em um nível sem precedentes na história até então.

Obviamente, os europeus não fizeram isso sem objetivos. Os navegantes e empreendedores portugueses, por exemplo, desejavam comprar ou obter as especiarias (cravo, pimenta, pau-brasil, dentre outras) e conseguir vendê-las com uma margem de lucro de até 6.000%, como o obtido pelo navegante Vasco da Gama. 

Assim, percebe-se que a busca por riquezas através do lucro com a venda de especiarias ou da conquista direta ou roubo de ouro e outros produtos valiosos foram os principais agentes motivadores do projeto invasor / colonizador europeu.

Posteriormente, com o declínio da lucratividade rápida (com o esgotamento do ouro e prata que os nativos tinham ou dos produtos extraídos e a diminuição do lucro com as especiarias) é que começou a se investir nos territórios americanos. Exceto por poucas regiões nas quais houve colonização por povoamento, a colonização se deu com base no interesse ao exterior. Desse modo, as terras eram cultivadas com produtos para a exportação, pois o açúcar era vendido a um preço altíssimo na Europa. Não havia, assim, produção para o mercado interno, para os bens básicos de consumo, gerando, muitas vezes, fome e falta de gêneros alimentícios em geral.

Nos séculos posteriores houve uma expansão e aprofundamento dessa globalização, fazendo com que, por exemplo, as línguas de dois pequenos territórios do mundo (Portugal e Espanha) fossem algumas das mais faladas na atualidade. Chama a atenção também como o inglês passou a ser um dos idiomas mais falados, bem como a religião cristã.

Percebe-se, assim, cara Nani, que a globalização não apenas "encurtou as distâncias", mas as grandes navegações contribuíram fortemente no processo de diminuição das distâncias, das diferenças entre os povos dos mais distantes locais da terra, da aniquilação de muitas culturas, do genocídio, bem como jamais parou.

Vê-se que foi um processo continuado e crescente que alterou o mundo de uma maneira como nunca antes, bem como segue, fazendo com que, cada vez mais possamos, por exemplo, comer comida brasileira em Paris e comida francesa no Brasil, diminuindo os limites que o espaço antes impunha as pessoas.

Claro que isso também apresenta pontos positivos. Hoje a quantidade de informação disponível através da internet é infinitamente superior a qualquer período anterior. Temos mais filósofos, psicólogos, advogados, cientistas, dentre outras profissões em um número maior que a soma de todos que já houveram.

A globalização se constitui, portanto, em um desafio, com muitos pontos negativos e alguns positivos, como o próprio Brainly, uma ideia que nasceu na Polônia e hoje já faz parte do cotidiano de tantas pessoas em diferentes países.
2 5 2