São Paulo - Mais de 430 000 funcionários trabalham nos escritórios da gigante de tecnologia americana IBM em 170 países. Segundo a consultoria americana Elance, que conecta empresas a freelancers de mais de 150 países, a base de companhias que contratam esses profissionais passou de 850 000 para 1,3 milhão apenas no último ano. Mas só nos Estados Unidos estima-se que 40 milhões de pes­soas — o equivalente a um terço da força de trabalho americana — dedicam-se a trabalhos independentes, segundo o Freelancers Union, sindicato desses profissionais no país. Na Alemanha, apenas metade das pessoas trabalha 8 ou 9 horas por dia e cinco dias por semana para o mesmo empregador. Muitas empresas precisam de gente em pouco tempo para suprir a demanda de projetos de expansão”, afirma Carolina Azevedo, executiva da empresa de recrutamento Michael Page. A americana Robert Half e a inglesa Michael Page trouxeram o serviço para o Brasil há cerca de três anos, e a procura só aumenta. “Esse segmento, que responde pela maior parte da receita global, já equivale a 20% de nosso faturamento no Brasil”, diz Fernando Mantovani, diretor do escritório brasileiro da Robert Half, que hoje tem 200 profissionais contratados por empresas brasileiras nesse sistema. A construção dos sentidos de um texto ancora-se em alguns recursos argumentativos. Discorra sobre os recursos utilizados nos itens acima.Observe que nos ultimos paragráfos temos recursos diferentes dos anteriores. Comente essa diferença?

1

Respostas

2013-04-22T17:16:07-03:00

O primeiro é mais chegado a números, e o segundo, explica mais do que fala números. é como se o primeiro fosse um comentário sobre um gráfico, e o segundo fosse um documentário com informações variadas. Boa Tarde.