Respostas

2014-02-05T19:42:52-02:00
Demócrito, filósofo grego do século V a.C., foi primeiro a acreditar que a matéria poderia ser dividida em partes cada vez menores até se atingir um parte que não mais poderia ser dividida que ele chamou de átomo. Outros filósofos qregos, como Aristóteles e Platão descordavam de suas ideias e por isso, o átomo ficou esquecido por séculos. Acreditava-se que tudo que existia era proveniente da combinação de 4 elemento: terra, água, fogo e ar.
Durante toda a idade média alquimistas manusearam tais elementos tentando a partir deles produzir ouro e a pedra filosofa, essa proporcionaria o poder da imortalidade ao homem. Apenas no séc. XVI Dalton "ressuscitou" a ideia do átomo e propôs o primeiro modelo atômico que ficou conhecido como "bola de bilhar". Depois dele Thomson propôs o modelo de "pudim de passas" onde pela primeira vez admitia-se a existência de uma partícula sub atômica. Rhutherford e Bohr propuseram o modelo planetário. Sammerfild  complementando o modelo de Rhutherford e Bohr disse que as trajetórias percorridas pelos elétrons poderiam ser elípticas além de circulares. Com uma gama de átomos diferentes conhecidos pelos cientistas, Mendeleev os organizou de acordo com suas propriedades na conhecida tabela periódica. As leis de Lavoisie (Conservação das massas) e de Prout ( proporções multiplas) são a base da estequiometria.