Respostas

2014-02-06T10:54:54-02:00
Crise econômica, excessiva burocratização...
1 4 1
A melhor resposta!
2014-02-06T11:32:44-02:00
Vinte anos após a desintegração da União Soviética, mais de metade dos russos ainda lamenta o seu desaparecimento. Mesmo assim, todos os anos este número está se tornando cada vez menor.Vinte anos após a desintegração da União Soviética, mais de metade dos russos ainda lamenta o seu desaparecimento. Mesmo assim, todos os anos este número está se tornando cada vez menor. Cresce o número de jovens que conhecem a União Soviética apenas dos livros de história.De acordo com um estudo recente do Centro de Pesquisas de Opinião Pública da Rússia, atualmente o colapso da URSS é lamentado por 59% da população. Em 2001, um sentimento similar tinham 76% da população. Nos anos 90, o sentimento de arrependimento era quase geral. Os resultados das pesquisas dependem de muitos fatores, mas o fundamental é a idade, diz o especialista do fundo Opinião Pública, Grigori Kertman.Durante todo o período de observação, os jovens lamentaram muito menos o colapso da União Soviética. Em 2001, ano em que  76% dos russos lamentavam e 15% não lamentavam o colapso da União, essa proporção entre os jovens era de 57 / 26.Mas, com o passar do tempo, esta proporção começou a mudar: em 2006 a diferença nas avaliações da herança soviética entre os jovens tornou-se muito menor. Isso se devia à redefinição do evento e perda das ilusões. Além disso, a memória humana é de tal forma que o mal se esquece com o tempo, e o bom, pelo contrário, se recorda mais.Há ainda outros fatores que influenciam a atitude dos russos em relação à União Soviética. Como assinala o sociólogo Grigori Kertman, os resultados das pesquisas são afetados de maior forma pelos choques económicos.Isso se viu claramente no salto registado pelas pesquisas de opinhão pública após a crise de 1998. Se, no início do ano, a proporção de pessoas que lamentava o colapso da União Soviética era de 66% (quase o mesmo que em 92) em 1999 essa proporção saltou para 85%.Um detalhe interessante: os russos estão muito preocupados com a atitude para com o seu país no mundo, eles também sentem a falta de uma grande "família de nações". Mas do ponto de vista político e económico, os russos já não vêem qualquer possibilidade de voltar para a URSS.
2 5 2