Respostas

2014-02-09T22:53:35-02:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Cara Lorena,

Por incrível que pareça, vivemos no mundo menos violento, desigual, mais justo, educado e saudável, que a humanidade já conheceu.

Por milênios, o conhecimento foi um privilégio de pouquíssimas pessoas nas sociedades, bem como o poder, sendo mais importante o contato e a bajulação para com os poderosos do que realizar bons trabalhos ou vender um bom produto.  Muitas vezes, a própria concorrência era negada, sendo o acesso a determinados mercados privilégio de poucos.

Nesse sentido, a desigualdade e o desemprego são características fundamentais do sistema no qual vivemos. Essa desigualdade ocorre em razão de continuidade de práticas e privilégios obtidos pelos grupos dominantes do mundo, que negam o acesso da maioria aos recursos. Trata-se de uma situação difícil de resolver. Por exemplo: tentou-se na França aumentar os impostos sobre as pessoas mais ricas. Resultado: eles foram embora e solicitaram cidadania da Suíça. Isso também ocorreu com um dos fundadores do facebook, que foi morar em Singapura e pedir para deixar de ser cidadão americano, haja vista que lá no país asiático não pagaria impostos sobre sua gigantesca fortuna.

Com relação ao desemprego, isso é esperado, especialmente, nas faixas etárias que, em tese, são mais propensas à falta de capacitação e doenças, ou seja, pessoas com mais de 45 anos e jovens até 29 anos. Para os sistema capitalista, é importante o desemprego estrutural, de modo a sempre haver mais procura que oferta e, assim, o salário ser baixo.

Essa é uma das razões pelas quais o salário de profissões mais braçais é mais baixo: não é em razão de haver estudado menos, mas devido ao fato de ser mais fácil de se substituir (afinal, para varrer o chão quase qualquer pessoa está capacitada). Assim, quando há mais procura que oferta, o salário baixa. No caso de profissões em que há poucas pessoas capacitadas, como técnicos e empilhadores, mesmo sem tantos anos de estudo, os salários são bons.

Apesar disso tudo, há sinais fortes de que , devido ao acesso às informações, à educação, bem como a luta dos grupos sociais menos favorecidos, dentre outros fatores, o mundo caminha para uma menor desigualdade entre os países e, assim, entre as pessoas.
3 3 3
2014-02-10T00:11:33-02:00
Por conta do poder concentrado nos paises desenvolvidos