Reflexão sobre o texto:
Pero Vaz de Caminha veio na esquadra de Cabral e escreveu um relatório ao rei D. Manuel, onde descreve as primeiras impressões sobre a nova terra "descoberta", o Brasil. Leia um trecho da carta de Caminha em 1500.
Esta terra, Senhor (...) será tamanha que haverá nela bem vinte e cinco léguas por costa. (...) Nela não podemos saber que haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal ou ferro, nem lhe vimos (...) E que aí não houvesse mais que ter aqui esta pousada para esta navegação de Calcute, isso bastaria.

A partir do trecho responda:

a) Selecione o trecho onde Caminha demonstra que tinha em mente objetos mercantilistas
b)Qual poderia ser a utilidade da terra "descoberta" para o comércio de Portugal com a Índia?

1

Respostas

A melhor resposta!
2014-02-21T17:55:53-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Cara Bárbara,

a) Selecione o trecho onde Caminha demonstra que tinha em mente objetos mercantilistas: 

" ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal ou ferro".

b)Qual poderia ser a utilidade da terra "descoberta" para o comércio de Portugal com a Índia?

Se ela possuísse ouro, prata, ferro, e civilizações que os acumulasse, o destino das terras que seriam o Brasil, possivelmente, seria semelhante ao que a Espanha fez com o império inca e asteca, no qual se promoveu uma invasão desses povos, com saque e roubo de suas riquezas em direção à  Europa, bem como escravização dos povos e a utilização dos mesmos para gerar o maior volume de riqueza possível.

Vale ressaltar que os fatos acima realizados pela Espanha ocorreram logo após a "descoberta" da América. Os portugueses, como não encontraram nada disso, não vieram invadir ou colonizar a terra "descoberta" por eles, preferindo continuar contornando a África para alcançar as riquezas das Índias Orientais, trazendo as especiarias que eram vendidas na Europa com lucros astronômicos.

Passaram, apenas, a fazer escambo com os índios brasileiros, trocando anzóis, facas, espelhos e outras coisas por pau-brasil, que era cortado e colocado no navio com ajuda dos nativos. Apenas quando o comércio das especiarias deixou de gerar tanto lucro, bem como Portugal já cultivava a cana de açúcar com sucesso nas ilhas da Madeira e de Cabo Verde com o uso da mão de obra escrava africana, além do perigo de que outras nações tomassem a "sua terra" na América, os portugueses empreenderam o sistema de capitanias hereditárias para invadir / colonizar as terras que hoje são o território brasileiro.

Bons estudos!
3 5 3