Respostas

2014-02-22T15:49:18-03:00
 A capitania de São Vicente onde ficava a vila de São Paulo era uma região pobre, estava num processo de decadência da produção açucareira e tinha uma economia baseada na agricultura voltada para o mercado interno, em que o índio era a principal mão-de-obra por seu preço ser inferior a de um escravo. 
- A escravização indígena foi se tornando uma atividade econômica que possibilitava bons lucros para os paulistas. Organizavam expedições para o interior a fim de escravizar os índios (bandeiras de apresamento), vendendo para vilas vizinhas. Se tornaram um grande negócio durante o domínio holandês no Nordeste Brasileiro (1630-54), em que os holandeses conquistaram também colônias portuguesas na África, assim os holandeses só permitiam o tráfico de escravos para o Nordeste. Assim os bandeirantes paulistas passaram a fornecer escravos indígenas para suprir a carência de mão-de-obra nas capitanias (ricas e pobres) que continuavam portuguesas, mas não podiam obter escravos negros (ex: para o RJ e a BA)
25 4 25