Respostas

  • Usuário do Brainly
2014-02-24T10:28:33-03:00
O astrolábio foi usado nas grandes navegações no século XVI um bom exemplo da utilização das forças da natureza a favor dos objetivos humanos,como se caracteriza o período das expansões marinhas.

2014-02-24T11:25:40-03:00
O astrolábio é um antigo instrumento naval, que teve muita importância na astronomia náutica, quando os astros visíveis no céu, ou seja, “as estrelas”, constituíam o principal referencial dos primeiros grandes navegadores para se localizarem em alto mar. 

Astrolábio planisférico 

O astrolábio planisférico, é o modelo mais antigo dos instrumentos astronômicos. Foi provavelmente inventado pelos gregos, em aproximadamente 150 a.C., e mais tarde aperfeiçoado pelos árabes que o introduziram na Península Ibérica, até chegar à Europa. 

Este astrolábio também era usado para resolver problemas geométricos, como calcular a altura de um edifício ou a profundidade de um poço. 

Sextante 

O sextante é uma ramificação do astrolábio planiférico e foi um instrumento destinado a medir ângulos horizontais e verticais, especialmente a altura dos astros. Devido à sua grande importância histórica na determinação da posição dos navios no mar, o sextante é o símbolo adaptado pela navegação marítima e pelos navegadores há mais de duzentos anos. 

Astrolábio naval 

É uma evolução do astrolábio planisférico e foi muito utilizado no séc. XV como instrumento de navegação, principalmente pelos portugueses e espanhóis durante o ciclo das grandes navegações. 

Uma das grandes vantagens deste instrumento, era a sua capacidade de permanecer pendurado na vertical apesar do balanço do navio devido ao seu peso. Fabricado em chapa de metal e mais tarde substituído pelo cobre, chega a pesar 2 quilos. O disco inicial foi parcialmente aberto para diminuir a resistência ao vento. 

Não existem vantagens nem desvantagens entre esses instrumentos antigos de navegação. De certa forma são instrumentos perfeitos que atendem suas funções. Porém, quando os cálculos astronômicos foram se tornando mais exatos e com a invenção do quadrante no séc. XVII, o astrolábio tornou-se um instrumento obsoleto.
1 5 1