Respostas

2014-02-25T11:54:11-03:00
Conjunto das peças de teatro escritas pelos primeiros padres jesuítas em todo o mundo. As peças eram escritas pelos próprios membros da Companhia de Jesus e encenadas nos colégios em ocasiões festivas. O teatro jesuítico nunca era encenado com um fim em si mesmo, e sempre estava inserido em uma festa maior, de caráter religioso. Seu principal objetivo era enfatizar os dogmas da igreja católica, e adquiriu caráter catequético. Foi amplamente utilizado como instrumento pedagógico, tanto nos colégios europeus quanto nos colégios fundados no chamado “Novo Mundo”. A primeira peça de que se tem notícia foi Jeftá sacrificando sua filha, escrita por José de Acosta (1540-1600) e encenada no colégio jesuítico de Medina del Campo, na Espanha no ano de 1555. O teatro jesuítico mostrou-se eficiente recurso didático, e entre os anos de 1555 e 1572 foi utilizado amplamente nos colégios da Companhia de Jesus espalhados pela Europa, principalmente na Espanha, Itália, Alemanha, França e Portugal.
Sobre o teatro jesuítico são essenciais a leitura do panorama dado por John W. O’MALLEY (Ver Referências Historiográficas), especialmente no sexto capítulo de seu livro denominado Os primeiros jesuítas (p. - ), da análise do teatro na França de François DE DAINVILLE (1991) na parte cinco de sua obra L’education dês jésuites (XVIe–XVIIIe siècles), intitulada L’education par lê jeu (p. 473-517), e, por fim, na obra Teatro jesuítico em Portugal no século XVI de A. M. M. MELO (2004). No Brasil seu representante maior foi José de Anchieta (1534-1597), cujo conjunto de peças é denominado Teatro Anchietano. O padre Armando CARDOSO (1906-2002) reuniu seus autos no terceiro volume da obra completa de Anchieta. Tal volume, intitulado Teatro de Anchieta (Ver Referências Documentais), é imprescindível para o estudo do teatro jesuítico no Brasil. Igualmente indispensável é a leitura da obra clássica de Serafim LEITE (Ver Referências Historiográficas) História da Companhia de Jesus no Brasil em dez volumes, rica em detalhes e fontes documentais para o estudo da presença jesuítica no Brasil. Para melhor compreensão do Teatro Jesuítico no Brasil, consultar também as obras historiográficas que foram escritas por Sérgio BUARQUE DE HOLANDA (1951), Lothar HESSEL & Georges RAEDERS (1972), Joel PONTES (1978), Armando CARDOSO (1977), Paulo Romualdo HERNANDES (2001), Vanessa Campos Mariano RUCKSTADTER (2005) (Ver Referências Historiográficas).
2014-02-25T17:28:07-03:00
 Primeiramente o teatro no Brasil teve inicio meio século (50 anos) depois da colonização portuguesa. Começou quando Portugal quis impor para os indígenas sua religião, no caso a católica, tendo como o primeiro grupo de missionários jesuítas (grupo esse que fazia parte da Companhia de Jesus) que vieram para cumprir o trabalho de catequizar os índios, quatro sacerdotes e entre eles tinha o padre Manoel da Nóbrega, que não se acostumou com os indígenas e logo foi embora.
O novo grupo que desembarcou no Brasil, tinha com um dos integrantes o jovem padre José de Anchieta, que observando os costumes indígenas, começou principalmente por meio de encenações (onde os próprios índios eram atores) a difundir a religião católica para os povos nativos. Resumindo em geral, o teatro jesuíta teve como seu principal objetivo levar o catolicismo para os povos colonizados do Brasil.