Respostas

2014-03-06T23:17:56-03:00
2014-03-07T02:55:51-03:00
A taxa de mortalidade é um instrumento sensível para políticas públicas, pois leva em conta um dos seres mais frágeis da sociedade, a criança. A razão de alguns países terem elevadas taxas de mortalidade infantil é que a qualidade de vida não é boa, por várias ou todas as razões: guerra civil, pobreza e fome generalizadas, doenças infecciosas, corrupção, elevado analfabetismo, crise no sistema de saúde. Por sobrevivência, de uma forma inclusive inconsciente, casais têm a tendência de procriar mais e mais em situações extremas, até porque, nos arredores morre-se muito. Inversamente, onde há melhor qualidade de vida - estabilidade econômica, acesso à educação e saúde de qualidade, saneamento básico, políticas de inserção social - é mais comum as famílias serem menores com um, ou mesmo nenhum filho, a ponto de Governos incentivarem que os casais tenham filhos.

Não esquecer que, por se tratar de uma taxa, diz respeito a números relativos (n/1000, ou seja, número de óbitos até 1 ano de idade a cada grupo de 1000 habitantes) e não a números absolutos (como, por exemplo, o total de habitantes de um país).