Sabendo-se que 1 é raiz da equação x³ - 2x² + 5x - 4 = 0, as outras duas raízes são:

A) reais positivas e distintas.
B) reais negativas.
C) reais positivas e iguais.
D) complexas conjugadas.

1
Viu as relações de Girard?
não
E divisão de polinômios?
Passe-me para mim a resolução deste problema.

Respostas

2014-03-11T00:11:24-03:00
As relações de Girard relacionam as raízes de um polinômio com os coeficientes do mesmo. Como esse é um polinômio de grau 3 teremos três raízes, que chamarei x_1, x_2 \ e \ x_3. As relações de Girard nos dizem que:

x_1+x_2+x_3= \frac{-b}{a} \\ \\ x_1.x_2+x_1.x_3+x_2.x_3 = \frac{c}{a} \\ x_1.x_2.x_3 = \frac{-d}{a}

Enfim, como temos que uma das raízes é x_1=1 podemos substituir nas relações acima para tentarmos descobrir as outras raízes. Nesse polinômio temos que a=1, b=-2, c=5 e d=-4. Substituindo nas relações adequadas temos:

1+x_2+x_3 = \frac{-(-2)}{1} \Rightarrow x_2+x_3=1 \\ \\ 1.x_2.x_3 = \frac{-(-4)}{1} \Rightarrow x_2.x_3 = 4

Temos a soma e o produto das duas raízes restantes. A partir disso montamos o sistema do 2º grau:

 \left \{ {{x_2+x_3=1} \atop {x_2.x_3=4}} \right.

Num momento chegamos à equação do segundo grau x² - x + 4 = 0. Calculando o delta vemos que ele é negativo, portanto as outras duas raízes são complexas. Como o polinômio tem coeficientes reais as raízes são conjugadas sim :D

R: d)


Obs: Também poderia ser a partir da fatoração de um polinômio a partir de suas raízes. Chamando o polinômio do enunciado de p(x) e as raízes de x_1, x_2 \ e \ x_3 teríamos que

p(x) = (x-x_1)(x-x_2)(x-x_3)

Daí tu faria a distribuição, substituiria x_1=1 e cairia direto na equação do 2º grau. Nesse ponto o restante é o mesmo: delta negativos, raízes complexas, coeficientes reais, raízes complexas conjugadas.
1 4 1