Respostas

2014-03-11T18:22:54-03:00
Em 1534, o cavaleiro espanhol Inácio de Loyola criou a Companhia de Jesus, com o objetivo principal de combater o protestantismo através do ensino religioso dirigido, e a influência crescente das reformas que cada vez mais preocupava a Igreja católica e a aristocracia européia. A Companhia de Jesus não era uma ordem religiosa como as outras, seus combativos integrantes tinha uma organização quase militar:
consideravam-se soldados da Igreja e achavam que deviam infiltrar-se em todas as actividades sociais e culturais, a fim de eliminar  aqueles que pusessem em risco os princípios do catolicismo, e no dia 27 de Setembro de 1540, a Companhia de Jesus recebeu a aprovação oficial do Papa Paulo III, na bula Regimini Militantis ecclesiae, onde os seus membros deviam presar voto especial de obediência ao sumo pontífice e dependiam directamente dele, a companhia era dividida, em províncias que, agrupadas de acordo com critérios geográficos e linguísticos, aonde os superiores de cada província governavam todas as casas, que tinha seu próprio superior, que nos colégios  denominava-se como reitor, e o supremo poder da companhia pertencia ao superior-geral eleito pela congregação geral que era formada pelos delegados das diversas provincías, e da formação dos jesuítas fazem parte estudos de religião, línguas, humanidades, leis e medicina.[...]

1 5 1
2014-03-11T18:40:20-03:00
Teve como objetivo catequizar os indigenas