Imagine que um gerente de projetos, numa
reunião de trabalho, tenha de apresentar sua discordância em relação à
opinião de outro colaborador da empresa. O gerente, em vez de seguir um
impulso inicial e dizer: “Você está completamente errado, essa sua visão
tacanha do problema só vai trazer mais aporrinhação, não posso concordar com
você!”, afirma o seguinte: “Parece-me que você está equivocado, pois sua
visão do problema pode ser limitada e, talvez, acarrete mais complicações,
assim, tenho dificuldades em concordar com você”. Nesse caso, o cuidado que o
gerente teria na elaboração da fala pode ser considerado uma demonstração de
que:














A) o mais importante no uso da linguagem é a expressão do que temos em
mente e o foco deve ser sempre a correção gramatical, pois a linguagem é
apenas expressão do pensamento.









B) o contexto e o interlocutor não precisam ser considerados no uso da
língua, pois a linguagem é uma experiência de interação que independe de
quem fala e de quem ouve.









C) a língua é interação e, por isso, o modo como falamos provoca
reações em nosso interlocutor.








D) a língua é tão somente uma experiência de comunicação, por isso, o
mais importante é verbalizar claramente o que pensamos, independentemente
de como nosso interlocutor reagirá.








E) a língua é tão somente expressão do pensamento e o mais importante é
transmitir corretamente nossas ideias.
















1

Respostas

A melhor resposta!
2014-03-13T21:46:11-03:00
Se eu não me engano , C : a  língua é interação e, por isso, o modo como falamos provoca reações em nosso interlocutor.
1 5 1