Respostas

2014-03-14T09:39:38-03:00
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da BNDES Participações S.A. (BNDESPAR), aprovou operação de subscrição de ações, no valor de R$ 93,3 milhões, na empresa Energias Renováveis do Brasil (ERB), especializada em soluções energéticas ambientalmente sustentáveis.Os recursos destinados pela BNDESPAR se somarão ao aporte de R$ 120 milhões do Fundo Caixa Ambiental, gerido pela Mantiq Investimentos (Grupo Santander). Eles vão compor parte do funding da ERB para o desenvolvimento de projetos de cogeração de energia elétrica a partir de biomassa (principalmente eucalipto), que contribuem para a redução de emissão de gases de efeito estufa.A ERB é atualmente uma empresa nascente (startup), que se enquadra na estratégia do BNDES de estímulo ao desenvolvimento de companhias inovadoras. Com essa operação de renda variável, além de apoiar empresa do setor de tecnologia e de energia renovável, a BNDESPAR contribui para o desenvolvimento do mercado de capitais. Isso porque a parceria com a ERB prevê a listagem das ações da empresa no segmento Bovespa Mais num prazo de até 24 meses.Fundada em 2008, a ERB, localizada em São Paulo, possui modelo de negócio baseado na tecnologia da geração de vapor e eletricidade à base de biomassa para grandes clientes industriais, a custos significativamente mais baixos do que as alternativas fósseis atualmente utilizadas. Ao contribuir para a redução de custos de energia, o projeto da ERB visa ampliar a competitividade da indústria nacional. Com processo produtivo verticalizado, a ERB opera com contratos de longo prazo de fornecimento de energia renovável, o que permite maior previsibilidade nos negócios.O primeiro projeto da ERB entrará em operação em outubro próximo, fornecendo vapor de processo para a planta petroquímica da DOW Química instalada em Candeias (BA), além de exportar 11 MW médios para o Sistema Interligado Nacional. A petroquímica é um dos segmentos industriais mais rígidos em termos de especificações e controles operacionais.Além dessa operação, a ERB conta com 12 projetos em desenvolvimento, que representam uma produção de quase 1,2 mil toneladas de vapor por hora e 205 MW de capacidade instalada de geração de energia elétrica. A maior parte desses projetos está focada no suprimento próprio de biomassa a partir do eucalipto, insumo de alta produtividade, com plantio e colheita durante todo o ano.