Respostas

A melhor resposta!
2014-03-18T17:18:35-03:00
Entre 1871 e 1914 houve na Europa uma corrida armamentista entre as várias potências econômicas colonialistas. Esse processo ficou conhecido como Paz Armada, sendo que o grande incentivo à indústria de armamento teve como grande laboratório de testes conflitos na Ásia e África, cujo objetivo era a expansão dos impérios coloniais. Nesse interesse colonialista, Alemanha e Itália haviam ficado para trás em relação à França e Inglaterra, por causa da unificação tardia dos dois primeiros países, o que os obrigou a efetuar um investimento no colonialismo para alcançar as demais potências. Além disso, foram realizadas políticas de alianças entre as nações imperialistas. Das principais, citam-se a Tríplice Aliança, formada pelo Império Alemão, pelo Império Austro-Húngaro e pela Itália, sendo que esta última ficou neutra no início da I Guerra Mundial, e a Tríplice Entente, compondo a aliança Inglaterra, França e Rússia. Os interesses comuns da Tríplice Entente contra a Tríplice Aliança eram os seguintes: a França mantinha um ressentimento contra a Alemanha pela derrota na Guerra Franco-Prussiana que lhe custou a rica região de Alsácia-Lorena; a Rússia se opunha ao Império Austro-húngaro na região dos Balcãs, local onde viviam os iugoslavos, povos eslavos do sul, de mesma etnia que os russos. Havia ainda a concorrência capitalista, que levava a Alemanha a rivalizar com a Inglaterra o posto de principal potência econômica do continente, além de disputas por mercados consumidores e produtores de matérias-primas nas áreas coloniais. Havia ainda a rivalidade do capital financeiro alemão contra o inglês, além do perigo que representava à Inglaterra a força naval alemã. Uma disputa por um território colonial na África intensificou as animosidades entre os países. A Questão Marroquina, como ficou conhecida uma das disputas imperialistas na África, opôs França e Inglaterra à Alemanha, retirando o direito de exploração da localidade pelos alemães, conseguida na Convenção de Madri de 1880. Essa ruptura com o acordo fez com que o kaiser alemão Guilherme II desembarcasse em Tânger, em 1905, criando um impasse com as demais potências e prometendo manter a independência do Marrocos frente ao domínio francês. Outro foco de conflitos que desembocaria na I Guerra Mundial foi a Questão Balcânica. A região localizada entre os mares Negro e Adriático era formada por povos de várias etnias e dominada pelo enfraquecido Império Turco. Essa região era alvo de disputas entre as duas alianças por ser ponto estratégico para as rotas de escoamento de mercadorias que as potências europeias pretendiam construir, como a construção de uma ferrovia pelos alemães, que ligaria seu país ao Oriente Médio, fonte de várias matérias-primas. Foi na região balcânica que houve também os conflitos nacionalistas que levaram ao assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono do Império Austro-Húngaro. Sua morte deu início à Primeira Guerra Mundial.

1 5 1