Respostas

2014-03-18T21:34:33-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada Silvana,

Trata-se do extraordinariamente lucrativo comércio das especiarias,
que ocorreu  no século XV e XVI, chegando a gerar mais de 6.000% de lucro, compensando o investimento e o risco das grandes navegações.

A história da grande demanda europeia por esses produtos de origem asiática ocorre nas cruzadas, que não conseguiram conquistar Jerusalém para os cristãos, mas abriram as rotas de comércio no Mar Mediterrâneo, possibilitando aos italianos monopolizar esse acesso marítimo e o comércio relacionado, auxiliando a colocar fim no isolamento europeu do período feudal, resultando nos elementos que possibilitaram o desenvolvimento de uma nova ordem social.


Os cruzados entraram em contato com as
especiarias orientais e, ao retornar às suas terras originais, acabavam por estimular o interesse e o desejo de consumo na Europa por tais produtos tão caros e raros, como o açúcar e a pimenta.

Ainda assim, os árabes controlavam o acesso por terra às especiarias das Índias, tendo contatos comerciais com os italianos.

Nesse aspecto, com a enorme riqueza que as cidades italianas obtinham de seu monopólio no acesso e na venda das especiarias orientais, houve tanto dinheiro que homens italianos riquíssimos, os mecenas, pagavam artistas, cientistas, filósofos e poetas para produzissem obras que os "imortalizassem", na linha da ostentação de suas riquezas e atributos. Para se diferenciarem, os artistas buscaram inspiração nas antigas estátuas e pinturas da Antiguidade Clássica, resultando no Renascimento.

Para fugir desses "atravessadores" e comprar direto dos produtores, aumentando as margens de lucro, portugueses e espanhóis enfrentaram gigantescas distâncias para, por exemplo, contornar o continente africano e, finalmente, chegar diretamente às Índias Orientais, comprando muitas especiarias e retornando à Europa para revendê-las a um preço altíssimo aos muitos poderosos de outros países que desejavam comprá-las para ostentar e para melhorarem o sabor de sua comida (em razão da falta de geladeiras, muitos alimentos ficavam "meio estragados", de modo que colocar cravo, pimenta, e outras especiarias ajudavam a comê-los.

Uma dessas especiarias indianas, o açúcar, cuja técnica de cultivo foi dominada pelos portugueses nas ilhas da Madeira e Cabo Verde, foi essencial para a colonização / invasão portuguesa da América, haja vista a enorme lucratividade do produto compensar os gigantescos custos de virem até aqui se estabelecer.

Bons estudos!

1 5 1