Respostas

2013-05-19T18:25:35-03:00

Sem dúvida que há uma grande relação de dependência entre a economia e a tecnologia. Desde o século XVIII, com a revolução industrial, que houveram grandes alterações na economia de cada país. O facto de se utilizar outros equipamentos e, naturalmente, mais sofisticados e eficazes, provoca mudanças positivas na economia do país, pois permite aos empresários, produzir mais, melhor, e em menos tempo, tornando assim o produto mais barato e com melhor qualidade. No entanto, nem tudo é positivo, a utilização excessiva e não controlada da tecnologia, poderá trazer à sociedade e ao ambiente envolvente desvantagens, entre elas a poluição.

O avanço tecnológico poder ser muito benéfico para a economia, pois podemos substituir as pessoas por maquinas, com isto podemos produzir em larga escala e muito mais barato, com esta produção podemos gerar muito dinheiro e construir um PIB com valores elevados, mas como diz um velho ditado popular "quem tudo quer tudo perde" ou seja se dispensarmos os serviços das pessoas e elas ficarem sem emprego, elas vão ficar sem poder de compra, logo não compram e as empresas produtoras vão ficar com stocks acumulados por não os conseguirem vender, mais tarde vão fechar portas e abrir falência originando mais desempregados e mais pobreza, logo uma ruptura na economia.
Esta prova foi dada nos anos 30 quando se deu um "crash" na economia americana, nessa altura produzia-se loucamente sem parar sempre tendo em vista obter um lucro máximo. Esta acumulação de stocks que não se conseguiam vender levou a uma crise a escala mundial, provocando momentos de pânico em todo o mundo!
Esta prova mostrou ao mundo que não se podia produzir tendo em ponto de vista único o lucro, mas sim uma visão económica ou social.
Uma economia saudável é aquela que consegue superar crises sem elas afectarem a sua população, aquela que permite um bem estar daqueles que nela vivem!

O impacto do avanço tecnológico na economia   A tecnologia é de extrema importância para o nosso planeta, ninguém o pode negar. O problema coloca-se quando as vantagens da tecnologia não se sobrepõem às suas desvantagens.
São indiscutíveis todas as coisas boas que o avanço tecnológico nos trouxe. A descoberta de curas para certas doenças, a qualidade de vida que um habitante do planeta Terra pode alcançar, os computadores que já fazem quase tudo, os automóveis, resumindo tudo. Fazendo uma retrospectiva chego eu mesma à conclusão que as tecnologias presenciam quase todo o meu dia-a-dia. Será isso bom? Será que nós, habitantes do planeta, nos estamos a tornar demasiado dependentes das tecnologias?
Começo-me agora a aperceber das consequências desta dependência por parte das pessoas. Preços do petróleo que sobem a pique, o desemprego que não pára de aumentar, e muitas outras que nos podem passar completamente ao lado. Todas estas consequências do avanço tecnológico trazem também consequências para cada país. Nomeadamente na economia tem-se sentido bastante o aumento do preço de petróleo. As economias de cada país estão bastante tremidas, instáveis, as pessoas têm cada vez menos poder de compra e ninguém sabe onde isto vai parar. Escusado será dizer que a culpa de tudo isto não é de ninguém senão do Homem.
Medidas devem ser tomadas para inverter a situação que o nosso mundo está a ultrapassar para assim a economia mundial também melhorar. Mas tem que partir de cada um e com o apego que todos temos às novas tecnologias vai ser árdua tarefa!  
2013-05-19T20:03:10-03:00

O avanço tecnológico poder ser muito benéfico para a economia, pois podemos substituir as pessoas por maquinas, com isto podemos produzir em larga escala e muito mais barato, com esta produção podemos gerar muito dinheiro e construir um PIB com valores elevados, mas como diz um velho ditado popular "quem tudo quer tudo perde" ou seja se dispensarmos os serviços das pessoas e elas ficarem sem emprego, elas vão ficar sem poder de compra, logo não compram e as empresas produtoras vão ficar com stocks acumulados por não os conseguirem vender, mais tarde vão fechar portas e abrir falência originando mais desempregados e mais pobreza, logo uma ruptura na economia.
Esta prova foi dada nos anos 30 quando se deu um "crash" na economia americana, nessa altura produzia-se loucamente sem parar sempre tendo em vista obter um lucro máximo. Esta acumulação de stocks que não se conseguiam vender levou a uma crise a escala mundial, provocando momentos de pânico em todo o mundo!
Esta prova mostrou ao mundo que não se podia produzir tendo em ponto de vista único o lucro, mas sim uma visão económica ou social.
Uma economia saudável é aquela que consegue superar crises sem elas afectarem a sua população, aquela que permite um bem estar daqueles que nela vivem!