Respostas

2014-03-21T00:13:28-03:00
-O por quê desse apelido?
-Quantos paises?
-Indices,área e econômia deles?
- Uma solução para seu problema.
2014-03-21T08:14:30-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada,

Uma ideia é falar das características e as causas do subdesenvolvimento.

Fatores que estão associados ao subdesenvolvimento e suas causas:

1) Pouca mão-de-obra qualificada, resultando em muitas vagas sem pessoas habilitadas que as ocupem, aumentando os salários a serem pagos para mantê-las no emprego, custo esse que é repassado aos clientes e à população em geral;

Causa: nos países subdesenvolvidos há graves problemas escolares, resultando em altos índices de analfabetismo funcional e computacional, causando um menor número de anos de estudo. Por exemplo, a média de anos de estudo para o brasileiro médio é de 9 anos enquanto na Coreia do Sul é de 18 anos. 

2) Graves problemas de infraestrutura (rodovias, aeroportos, rodoviárias, dentre outros), resultando em um alto custo de transportes e dificuldade de movimentação de mercadorias e pessoas.

Causa: falta de interesse político, pouco recursos para a grande quantidade de desenvolvimento;

3) Corrupção: essa é uma das razões pelas quais não adianta muito enviar dinheiro para socorrer as crianças morrendo de fome na África, doando dinheiro aos governos desses países. Os políticos corruptos desviam esse dinheiro e colocam-no em paraísos fiscais, como a Suíça. Obras faraônicas como a rodovia Transamazônica, dentre outras, nas quais os recursos foram desviados para os bolsos de políticos e construtoras.

Causa: falta de amadurecimento das instituições de controle e fiscalização, pouco espaço para o controle social, apatia social frente aos abusos cometidos, cultura de favoritismos e da "esperteza", dentre outros;

4) Alta participação de  "commodities" (matérias-primas como ferro, produtos agropecuários, dentre outros com pouco valor agregado) na balança comercial.Quanto a isso, permita-me comentar o seguinte:

É preciso analisar também que o sistema capitalista, que predomina no mundo, trabalha com a lei da oferta e da procura. Se há muita oferta e / ou pouca procura, o preço tenderá a ser baixo. De modo, os salários obedecem um sistema parecido: se posso encontrar alguém com facilidade para realizar a função, o salário será baixo. Essa é uma das razões pelas quais o pagamento de trabalhos ditos "braçais", como ASG e outros, tende a ser baixo.

De modo semelhante, o preço do ferro e metais puros é baixo, enquanto o mesmo material, na forma de produtos industrializados (rádios, computadores e outros) tem um valor bem mais alto.

Assim, a venda de matérias-primas (oriundas da agropecuária e da mineração, por exemplo) está associada ao subemprego e a baixos salários, bem como uma dependência tecnológica de outros países. Isso ocorre por ser mais fácil fiscalizar o cumprimento das leis trabalhistas em fábricas (em razão de todos os trabalhadores estarem em um único lugar)  do que os espalhados por áreas amplas, como no caso  da agropecuária ou dos seringueiros espalhados pela Amazônia.

Além do valor maior dos produtos industrializados, eles tendem a ter uma maior validade que as matérias-primas (imagine a durabilidade de mangas e melancias quando comparadas a de aparelhos de televisão ou carros). 

Assim, países industrializados agregam conhecimento e tecnologia na matéria-prima que, na maioria das vezes, vem de nações subdesenvolvidas, como no Brasil. Veja, por exemplo,  o caso da Suíça e do Japão. Já ouviu falar do chocolate suíço? Agora se pergunte quantos quilos de cacau o país europeu produz... Nenhum. Ele importa todo o cacau da África e de outros países. O Japão é conhecido pela produção de carros, eletrodomésticos e robôs. Sabe de onde vem o ferro e outros minerais necessários para isso? Do Brasil...

Causas: baixo investimento público e privado em pesquisa e inovação, baixo estímulo à inovação, à pesquisa, baixa valorização dos cientistas, baixo estímulo à escolarização e à aprendizagem da população.

5) Pouca ou nenhuma produção de inovação e tecnologia de ponta
a criação de produtos inovadores, sem ou com pouca concorrência no mercado, de modo que podem cobrar valores bem mais elevados (pensem no preço de carros ou aviões, por exemplo). Com isso, conseguem agregar valor aos seus produtos, gerando mais empregos, desenvolvimento, mais dinheiro, educação, e tecnologia. Nesse sentido, o resultado é um círculo virtuoso que se auto-alimenta, com um contínuo contato e troca de experiência entre instituições de pesquisa e indústrias, dentre outros agentes financeiros.

Causas
baixo investimento público e privado em pesquisa e inovação, baixo estímulo à inovação, à pesquisa, baixa valorização dos cientistas, baixo estímulo à escolarização e à aprendizagem da população.

Bons estudos!