Respostas

2014-03-23T15:08:25-03:00
A China, Índia e outros países do Oriente despertavam atenção da grande potência da época, a Inglaterra, com suas sedas, porcelanas, especiarias... Em troca, o produto inglês que mais interessava aos chineses era o ópio. Muitas vezes os ingleses usavam de força bruta para obrigar os chineses a se drogar, e dessa forma consumir o ópio. 

Muitas pessoas estavam com sua saúde comprometida, dependentes, enfraquecendo tanto o exército chinês quanto a economia do país. Foi decretado então a proibição da importação e utilização da droga. 

A China então declarou guerra à Inglaterra, e, sendo (a China) massacrada foi obrigada a assinar um tratado, o Tratado de Nanquim, onde era cedido ao governo britânico 5 dos principais portos chineses (entre eles Cantão e Xangai) e a ilha de Hong Kong, que permaneceria sob o domínio inglês por 100 anos. 

Na segunda guerra do ópio foi assinado um novo tratado desigual, o Tratado de Tianjin, onde 11 novos portos seriam abertos à Inglaterra e garantiria o livre comércio dentro da China. 

Como consequência, em 1900 mais de 50 portos estavam abertos ao comércio com os ocidentais e a Hong Kong só foi devolvido em 1997.
1 5 1
- Os ingleses passaram a vender ópio para a população da China.O ópio, cultivado na Índia (colônia britânica) era viciante e fazia muito mal a saúde. Em pouco tempo, os ingleses estavam vendendo toneladas de ópio na China, tornando o vício uma epidemia. O governo chinês chegou a enviar uma carta para a rainha Vitória I da Inglaterra protestando contra este verdadeira tráfico de