Respostas

A melhor resposta!
2014-03-24T19:16:49-03:00

Esta é uma Resposta Verificada

×
As Respostas verificadas contém informações confiáveis, garantidas por um time de especialistas escolhido a dedo. O Brainly tem milhões de respostas de alta qualidade, todas cuidadosamente moderadas pela nossa comunidade de membros, e respostas verificadas são as melhores de todas.
Prezada, 

 espécie humana se originou no continente africano, tendo emigrado para outros continentes há alguns milhares de anos. Essa descoberta decorrente dos seguintes fatos:

1. A maior diversidade genética dentre os humanos é encontrada no continente africano, o que seria explicado pela presença antiga e continuada nessa parte do mundo, diferindo do que se encontra nas demais partes do planeta;

2. Em razão dos fósseis de ancestrais do ser humanos encontrados na África serem muito mais antigos que em qualquer outro lugar do mundo (em vários milhões de anos). Desse modo, a presença de espécies do gênero Homo e antes só é encontrada na África, possibilitando base para a teoria de que nossa espécie se originou lá e, depois, migrou para outras partes do globo;

3.  Por fim, todas as espécies mais próximas ao ser humano são africanas, tais como os bonobos, gorilas e chimpanzés.

Desse modo, tal como com todas as espécies do planeta, há milhões de anos, havia seres que eram nossos ancestrais e também antepassados dos grandes símios, como os chimpanzés. Em condições diferentes, populações distintas dessa mesma espécie original foram modificadas em espécies que hoje são o homem, os bonobos, os chimpanzés, os gorilas, e os orangotangos. Portanto, nenhuma dessa vai evoluir umas para as outras, pois seguem caminhos evolutivos separados agora.

O desenvolvimento cerebral de nossos antepassados foi possível devido a eles aproveitarem restos de animais comidos por predadores como leões, de modo que tiveram acesso a  uma fonte de alimento mais nutritiva e que possibilitava as calorias necessárias para o desenvolvimento cerebral.

Nesse sentido, os indíviduos com cérebros maiores apresentavam maior chance de sobreviver e reproduzir, de maneira que foi possível esse desenvolvimento ao longo de inúmeras gerações, haja vista que a carne possibilitava uma boa fonte calórica e de nutrientes, diminuindo o problema alimentar enquanto um fator limitante.

Entretanto, foi com o uso do fogo que nossos antepassados conseguiram extrair mais calorias e nutrientes da mesma quantidade de alimentos, possibilitando que houvesse seleção natural e sexual em nossos antepassados, levando ao surgimento de nossa espécie.

Durante uma boa parte desse processo evolutivo, a humanidade apresentava outras espécies coexistindo, como
Homo neanderthalensis. Foram, no entanto, extintos há milhares de anos por pessoas da espécie Homo sapiens.

Vale lembrar que nossa espécie continua sendo alvo do processo evolutivo, haja vista a evolução ser um processo inerente à vida.

Um exemplo disso é como o cultivo de cereais e a criação de animais resultou em um processo de seleção natural resultando em que hoje as pessoas,  em sua grande maioria, não apresenta intolerância ao glúten (presente nas farinhas, como a de trigo) e nem a lactose, ao contrário do que ocorria antes. Desse modo, os estudos demonstram que, no paleolítico, a maior parte dos seus humanos eram intolerantes à lactose e ao glúten, ou seja, a importância dos cereais nessas sociedades foi tão grande que a maioria das pessoas são descendentes daqueles que não eram intolerantes ao glúten e puderam aproveitar os benefícios desses alimentos (leite, trigo, pão, queijo etc.).

Para complementar essa explicação, sugiro a leitura dos livros de Richard Dawkins e de Carl Sagan ("O Maior Espetáculo da Terra" e "O mundo assombrado por demônios", bem como os vídeos "  TED - Suzana Herculano-Houzel - Uma Ideia Surpreendente Sobre o Cérebro Humano  ",  " Doc: Do Macaco ao Homem (Completo e Dublado) " e " BBC História da Ciência - Episódio 03 - Como Chegamos Até Aqui?  ", facilmente encontrados no you..tube.

Bons estudos!

2 5 2