Respostas

2014-03-25T19:46:06-03:00
E complexa. Da maioria russa na Crimeia haverá quem esteja de acordo com a intervenção. Como crê que a situação se vai resolver?Muita gente está a perceber os acontecimentos através de um prisma de uma propaganda segundo a qual uma parte da população está descontente com as mudanças em Kiev. Esta parte da população está manipulada de uma maneira agressiva. Houve talvez algumas decisões precipitadas do Governo e depois corrigidas, com certeza. Mas em vez de se apaziguar a situação e deixar o Governo trabalhar no ritmo normal, provoca-se uma situação contraproducente nesta etapa tão difícil.A Crimeia, para mais, é uma república autónoma.Exactamente. É parecida com a Madeira, mas dependente do Orçamento do Estado.A Crimeia e Sebastopol têm uma ligação muito forte com a Rússia.Ninguém descarta isso. Ao mesmo tempo, Sebastopol é terra histórica para os ucranianos. Ficou comprovado que lá se criou no século X, em 988, o grande príncipe Vladimir baptizou o antigo Estado de Rus de Kiev. Não só para os russos, mas para todos os ortodoxos, é um local sagrado. Doutro lado, não se pode ignorar que é em Sebastopol que se encontra a base naval russa do Mar Negro. De acordo com o tratado entre a Ucrânia e a Federação Russa, a quantidade de navios e de militares está prevista e qualquer mudança nessa configuração prevê um acordo prévio com a parte ucraniana.
1 5 1