Respostas

2013-05-25T18:48:06-03:00

Nas células vegetais, devido à presença de uma parede esquelética rígida, não é permitida a divisão por estrangulamento. Neste caso, vesículas derivadas do complexo de Golgi alinham-se na região equatorial e constituem o fragmoplasto. Estas vesículas fundem-se, para formar uma estrutura que é a membrana plasmática de cada célula filha. O conteúdo das vesículas vai originar a lamela mediana entre células filhas. Mais tarde, pela disposição de fibrilas de celulose, constituem-se as paredes esqueléticas. Estas paredes começam a formar-se da parte central para a periferia, até se ligarem à parede lateral da célula mãe. A parede celular não é continua, deixando alguns poros, por onde os citoplasmas das células recém-formadas se continuam, constituindo os plasmodésmios, que testemunham a origem comum das duas células.

Outra diferença é o facto de nas plantas superiores, tal como acontece na cebola, não existem centríolos visíveis. As regiões correspondentes às duas zonas polares actuam como um centro organizador de microtúbulos que vão originar as fibrilas do fuso acromático.

7 4 7