Respostas

2014-04-01T16:15:25-03:00
E-commerce é um tipo de transação comercial feita especialmente através de um equipamento eletrônico, como, por exemplo, um computador.
Conceitua-se como o uso da comunicação eletrônica e digital, aplicada aos negócios, criando, alterando ou redefinindo valores entre organizações (B2B), ou entre estas e indivíduos (B2C), ou entre indivíduos (C2C), permeando a aquisição de bens, produtos ou serviços, terminando com a liquidação financeira por intermédio de meios de pagamento eletrônicos.

1. Business-to-Business (B2B)O comércio Business-to-Business (B2B) engloba todas as transações eletrónicas bens ou serviços efetuadas entre empresas. Neste tipo de comércio eletrónico atuam normalmente os produtores e grossistas no comércio tradicional.2. Business-to-Consumer (B2C)O tipo de comércio eletrónico Business-to-Consumer distingue-se pelo estabelecimento de relações comerciais eletrónicas entre as empresas e os consumidores finais. Corresponde à secção de retalho do comércio eletrónico, onde operam normalmente os retalhistas no comércio tradicional.Este tipo de relações pode ser mais dinâmico e mais fácil, mas também mais esporádico ou descontinuado. Este tipo de comércio tem-se desenvolvido bastante devido ao advento da web, existindo já várias lojas virtuais e centros comerciais na Internet que comercializam todo o tipo de bens de consumo, tais como computadores, software, livros, CDs, automóveis, produtos alimentares, produtos financeiros, publicações digitais, etc..Quando comparado com uma situação de compra a retalho no comércio tradicional, o consumidor tem normalmente mais informação disponível na forma de conteúdos informativos e existe a ideia generalizada de que compra mais barato, sem prejuízo de obter, muitas vezes, um atendimento igualmente personalizado e de assegurar a rapidez na concretização do seu pedido.3. Consumer-to-Consumer (C2C)O comércio eletrónico do tipo Consumer-to-Consumer (C2C), engloba todas as transações eletrónicas bens ou serviços efetuadas entre consumidores. Geralmente estas trocas são realizadas (intermediação) através de uma terceira entidade, que disponibiliza a plataforma informática onde se realizam as transações. Um exemplo deste tipo de comércio eletrónico é o Artemix, ummercado online de artesanato.4. Consumer-to-Business (C2B)No C2B existe uma inversão completa do sentido tradicional da troca de bens. Este tipo de comércio eletrónico é muito frequente em projetos baseados emcrowdsourcing. Um número de indivíduos coloca os seus serviços ou produtos à disposição para serem comprados por empresas que procuram esse tipo de bem.Alguns exemplos destas práticas são os sites onde vários designers apresentam propostas para o logótipo de uma empresa e onde apenas um deles é selecionado e efetivamente comprado. Outro tipo de plataforma muito comum deste tipo de comércio são os mercados se vendem fotografias, imagens, média e elementos de design isentos de royalties, como noiStockphoto.5. Business-to-Administration (B2A)Esta parte do comércio eletrónico engloba todas as transações realizadas on-line entre as empresas e a Administração Pública. Esta é uma área que envolve uma grande quantidade e diversidade de serviços, designadamente nas áreas fiscal, da segurança social, do emprego, dos registos e notariado, etc. O tipo de serviços tem vindo a aumentar consideravelmente nos últimos anos com os investimentos feitos em e-government.6. Consumer-to-Administration (C2A)O modelo Consumer-to-Administration engloba todas as transações eletrónicas efetuadas entre os indivíduos e a Administração Pública.Exemplos de aplicações:Segurança social - através da divulgação de informação, realização de pagamentos, etc.Impostos - entrega das declarações, pagamentos, etc.Saúde - marcação de consultas, informação sobre doenças, pagamento de serviços de saúde, etc.Ambos os modelos que envolvem a Administração Pública (B2A e C2A) estão fortemente associados à ideia da eficiência e facilidade de uso dos serviços prestados aos cidadãos pelo Estado com apoio nas tecnologias da informação e comunicação.
3 5 3