Respostas

2014-04-03T20:46:02-03:00
Boa noite, antes de você aprender sobre os fenômenos el niño e la niña, é necessário entender sobre os ventos alísios e a célula de circulação de walker.
Os ventos alísios ficam percorrendo sobre as águas do oceano pacífico equatorial, que são responsáveis pelo esfriamento ou aquecimento no pacífico, caso eles enfraqueçam ou intensificam-se. Em anos normais, o el niño é responsável por "empurrar a temperatura" das águas do pacífico para a parte oeste, por isso que ela é mais quente do que no lado leste, onde vai fluir águas frias da termoclima.
A célula de circulação de walker, assim chamada pelos meteorologistas, é a circulação de ar que sobe no oceano pacífico equatorial oeste, indo para o leste, em altos níveis da atmosfera, e descendo no lado leste em conjunto com os vento alísios. Essa é a circulação padrão, sem fenômenos.

Agora sim, já posso explicar esses fenômenos para você.
O El Niño e La Niña ocorre no oceano pacífico equatorial, sendo assim, é necessário entender como ele se comporta sem a presença desses fenômenos.
Sem el niño ou la niña, o oceano pacífico equatorial é mais quente na parte oeste, pois como já falei, os ventos alísios empurram a temperatura para esse lado, e a célula de circulação de walker faz com que haja uma maior formação de nuvens de chuva na parte oeste, pois obviamente, onde é mais quente ocorre mais evaporação. Essa é a resposta para as chuvas nos lugares em que o ar vem de altos níveis da troposfera para níveis mais baixo, pois essa ação inibe a formação de nuvens de chuva.

El niño:
O El Niño é o aquecimento anormal das águas do oceano pacífico equatorial. Esse aquecimento causa mudanças na circulação da atmosfera, ou seja, chove-se muito em alguns lugares e em outros, pouco. O fenômenos el niño provoca o enfraquecimento dos ventos alísios e com isso, todo o oceano pacífico vai se aquecendo e formando-se nuvens em uma área maior. Isso vai fazer com que a célula de circulação de walker fique bipartida, com isso vão ter agora dois eixos descendentes da célula de walker (uma no leste e outra no oeste), então, como dito, nessas regiões em que o ar vem de altos para baixos níveis da troposfera (que estão localizadas nos eixos descendentes da célula de walker), causando secas em regiões como o nordeste brasileiro e amazônia (regiões próximas ao eixo descendente leste) e na Indonésia (eixo descendente oeste).

O La Niña, episódio frio, é o oposto do el niño, ou seja, vai acontecer o intensificamento dos ventos alísios e o alongamento da célula de walker, porque as águas quentes vão estar mais ao oeste que o normal. Sendo assim, vai diminuir a evaporação e o ar vai descer no lado leste, gerando inibição de nuvens de chuva nesse lado e no oeste vai chover mais (na Indonésia, por exemplo).

Obs.: Não é porque esses fenômenos são responsáveis por chuva ou seca, que vão ser os únicos responsáveis por isso. O Oceano Atlântica é responsável pelo regime de chuvas nessas regiões, isso em anos normais.
1 5 1