Respostas

2014-04-03T20:00:25-03:00
 A característica mais marcante dessas substâncias é que, embora essenciais ao funcionamento do organismo, elas são necessárias em pequenas doses. Seu excesso pode levar a problemas no metabolismo, pelo desequilíbrio que causa. No entanto, os problemas decorrentes do excesso de vitaminas não são exatamente os mesmos originados por sua falta. Os casos mais graves de hipervitaminose são aqueles provocados pelo excesso das vitaminas A e D. O excesso de vitamina A (mais de 100 miligramas diárias) pode resultar em distúrbios manifestados por hipertensão intracranina, náuseas, vômitos, irritabilidade, tonturas, dor de cabeça e falta de coordenação muscular. Nos casos crônicos, podem ser observadas alterações nos cabelos, perda de cílios, ressecamento e aparecimento de fendas na pele, principalmente nos lábios. O excesso de vitamina D, por sua vez, provoca falta de apetite, náuseas, vômito, poliúria (urinar muitas vezes), enfraquecimento, nervosismo, coceiras generalizadas, comprometimento dos rins e hipercalcemia (excesso de cálcio).
2014-04-03T22:06:23-03:00

Pode causar hipervitaminose, também conhecido por envenenamento por vitaminas. Isso ocorre quando o individuo ingere altos índices de vitamina, que pode levar á um quadro de intoxicação.