No
Brasil, a formação do poder, a construção do Estado Nacional, tem sua
história, suas heranças. É preciso compreendê-las para analisarmos a
complexidade da vida política do país. Quando falamos em corrupção,
nepotismo, clientelismo e todos os adjetivos que desmerecem a vida
pública nacional, há um fundamento e uma origem. Das afirmativas abaixo,
qual delas NÃO pode ser considerada um aspecto da formação da
sociedade, do poder e do Estado Brasileiro:
ALTERNATIVAS











1.Há uma participação direta das
forças sociais na formação do Estado Nacional Brasileiro. Ao longo de
sua história, o poder se constituiu com uma condição emanada do povo, da
maior parte da sociedade.








2.O mando agrário institui um
controle sobre a sociedade, desde a formação do Brasil. Por isso, em boa
parte da história do Estado Nacional, o poder local esteve nas mãos de
uma aristocracia latifundiária.








3.A formação do Estado Nacional
Brasileiro é autoritária. Ao longo da história, o controle sobre o poder
foi marcado pela imposição de interesses de uma minoria privilegiada
sobre uma maioria desassistida.








4. A exclusão de uma grande
maioria da sociedade em relação ao Estado e à sua construção como agente
exclusivo de controle social fez com que parte considerável da
sociedade não o compreendesse como instrumento de seus interesses.

1

Respostas

2014-04-04T23:12:42-03:00
Com certeza, a alternativa A. Um ótimo exemplo disso, era o coronelismo na história do Brasil. Somente no ano de 1989 o brasileiro teve essa "liberdade", esse "direito" de formar o poder.