PATRULHA ECOLÓGICA ATACA DENTRO E FORA DA ESCOLA

Apesar do nome, a Ilha do Príncipe é um dos bairros mais carentes de Vitória. Mesmo assim, não está abandonada. Pelo menos não pela Escola Municipal Moacir Ávidos. Seus professores e alunos instituíram a Patrulha Ecológica para tentar mudar o grave quadro de degradação ambiental da região. Trata-se de uma prática multidisciplinar que mudou a vida do bairro e da escola. Nas aulas de Educação Física, os alunos percorrem as ruas para apurar os problemas. Em Ciências, estudam a causa dos problemas detectados, seus efeitos e possíveis soluções. Em Matemática, entram os cálculos sobre quantidade de lixo nas vias públicas e, nas aulas de Português, as crianças redigem textos sobre ecologia e ofícios, que são encaminhados a órgãos do governo. O lixo e o esgoto são jogados no mar, matando peixes e prejudicando a saúde; muitas empresas lançam dejetos nas águas, denunciavam os relatórios. A Patrulha promoveu, no bairro, uma coleta de papel para reciclagem e organizou uma horta de plantas medicinais. (Revista Nova Escola, Ed. Especial, PCN, 1ª a 4ª série, 1998)

Assinale V ( verdadeiro) ou F (falso):

Na experiência descrita, podemos dizer que a concepção de aprendizagem é ligada a própria vida social, assim, a organização da situação didática é uma relação interdisciplinar e multidisciplinar, numa relação horizontal, não linear, colaborativa com vista na transformação social. Trata-se da tendência progressista porque :

A) (_____) defende os objetivos sociopolíticos da Educação não atendidos pela sociedade capitalista..

B) (_____) fundamenta-se nas teses do Liberalismo Econômico, configuradas no século XVIII, e atualizadas ao final do século XX, sob a denominação de Neoliberalismo.

C) (____) expressa-se na abordagem essencialista de Educação.

D) (____) defende a relação hierárquica, vertical e desigual porque entende que o aluno é despreparado e precisa ser instruído.

E) (____) Todas as opções anteriores são falsas.

1

Respostas

2014-04-06T20:18:49-03:00