Respostas

2013-06-02T21:29:54-03:00

A produção acadêmica em torno da concepção de Geografia passou por diferentes momentos, gerando reflexões distintas acerca dos objetos e métodos do fazer geográfico. De certa forma, essas
reflexões influenciaram e ainda influenciam muitas das práticas de ensino. Em linhas gerais, suas principais
tendências podem assim ser apresentadas.
As primeiras tendências da Geografia no Brasil nasceram com a fundação da Faculdade de Filosofia
da Universidade de São Paulo e do Departamento de Geografia, quando, a partir da década de 40, a disciplina Geografia passou a ser ensinada por professores licenciados, com forte influência da escola francesa de
Vidal de La Blanche.
Essa Geografia era marcada pela explicação objetiva e quantitativa da realidade que fundamentava a
escola francesa de então. Foi essa escola que imprimiu ao pensamento geográfico o mito da ciência asséptica,
não-politizada, com o argumento da neutralidade do discurso científico. Tinha como meta abordar as rela-
ções do homem com a natureza de forma objetiva, buscando a formulação de leis gerais de interpretação.
Essa tendência da Geografia e as correntes que dela se desdobraram foram chamadas de Geografia
Tradicional. Apesar de valorizar o papel do homem como sujeito histórico, propunha-se, na análise da produ-
ção do espaço geográfico, estudar a relação homem-natureza sem priorizar as relações sociais. Por exemplo, estudava-se a população, mas não a sociedade; os estabelecimentos humanos, mas não as relações
sociais; as técnicas e os instrumentos de trabalho, mas não o processo de produção. Ou seja, não se discutiam
as relações intrínsecas à sociedade, abstraindo assim o homem de seu caráter social.

1 5 1