No mundo antigo, de forma específica no mundo grego clássico, o trabalho, embora necessário, tinha um conceito negativo perante a classe dominante, mas não de forma absoluta, ou seja, existiam trabalhos que realmente permitiam aos homens exaltarem os seus valores, como por exemplo, o campo de batalha. Essa aparente dicotomia entre trabalho e luta, tinha como fundamento:


ALTERNATIVAS
O trabalho era reservado somente às mulheres, escravos e filhos por questões meramente de ordem hierárquica, não havia justificativa política e sim de relação de poder pela força bruta.

O trabalho era entendido como um obstáculo à participação política na pólis (cidade), e para ser considerado cidadão grego era necessário a constância nesta participação.

A razão é que o mundo grego nunca foi muito afeito ao trabalho e esta foi inevitavelmente uma das causas de seu declínio, logo que os romanos começam a sua ascensão.

Porque era preciso proteger os homens do trabalho, preservando-os para as grandes batalhas, quando a sua força física e virilidade seria extremamente necessária e insubstituível.

A verdadeira razão é que os homens precisavam dedicar suas vidas a adoração dos deuses e as atividades relacionadas aos templos sagrados.

1

Respostas

2014-04-08T22:15:17-03:00