Respostas

2014-04-09T20:21:54-03:00
---> As células obtêm energia necessária à manutenção do metabolismo por meio da respiração celular. Nesse processo, moléculas orgânicas de alimento reagem com moléculas de gás oxigênio (O2), produzindo moléculas e água e de gás carbônico (CO2), além de energia.
Excetuando alguns vermes intestinais, que independem de oxigênio para sobreviver, a maioria dos animais precisa obter do meio o gás oxigênio e conduzi-lo às células para utilização no metabolismo aeróbio.

--->Nossas células necessitam, enquanto vivas e desempenhando suas funções, de um suprimento contínuo de oxigênio para que, num processo químico de respiração celular, possam gerar a energia necessária para seu perfeito funcionamento e produção de trabalho. 

Nariz: É o primeiro segmento por onde, de preferência, passa o ar durante a inspiração. Ao passar pelo nariz, o ar é filtrado, umidificado e aquecido. Na impossibilidade eventual da passagem do ar pelo nariz, tal passagem pode acontecer por um atalho, a boca. Mas infelizmente, quando isso acontece, o ar não sofre as importantes modificações descritas acima. 

Faringe: Após a passagem pelo nariz, antes de atingir a laringe, o ar deve passar pela faringe, segmento que também serve de passagem para os alimentos. 

Laringe: Normalmente permite apenas a passagem de ar. Durante a deglutição de algum alimento, uma pequena membrana (epigloge) obstrui a abertura da laringe, o que dificulta a passagem fragmentos que não sejam ar para as vias respiratórias inferiores. Na laringe localizam-se também as cordas vocais, responsáveis para produção de nossa voz. 

Traquéia: Pequeno tubo cartilaginoso que liga as vias respiratórias superiores às inferiores, logo abaixo. 

Brônquios: São numerosos e ramificam-se também numerosamente, como galhos de árvore. Permitem a passagem do ar em direção aos alvéolos. 

Bronquíolos: Mais delgados, estão entre os brônquios e os sacos alveolares, de onde saem os alvéolos. 

Por toda a mucosa respiratória, desde o nariz até os bronquíolos, existem numerosas células ciliadas, com cílios móveis, e grande produção de muco. Tudo isso ajuda bastante na constante limpeza do ar que flui através das vias respiratórias.

--->Fermentação : na fermentação, há pouquíssimo ganho de ATP. Ela ocore da quebra da glicose (e também substratos do tipo do amido) em ácido pirúvico (C3H4O3), que depois é quebrado em um produto (que pode ser Álcool etílico ou uma substância chamada lactato (dependendo do tipo de fermentação)). Como ele não precisa de Oxigênio, chamamos de respiração "anaeróbica" 

Na respiração, há a produção de 36 ATP's. A respiração ocorre nas Mitocôndrias, que precisam de oxigênio para fazer a respiração. Na respiração , também tem o tal do piruvato, e depois de vários processos oo produto é CO2, H20 e 36 ATP. 


resumo: 
DIFERENÇA : Necessidade de O2 na respiração, quantidade de ATP produzida, produto final. 
SEMELHANÇA : Ambas importantes, ambas produzem energia, ambas necessitam quebrar a glicose em PIRUVATO para ocorrerem. 
2 3 2