Respostas

2013-06-04T04:19:35-03:00
ESTA CRÍTICA E SOBRE O PINTOR AUGUSTO PATRÃO

Profissional multifacetado das artes, dominando varias técnicas e temáticas nas quais transparece a dedicação empenho e amor a Lisboa, ao Alentejo e às artes, num misto de abstracto e figurativo e nas quais entrega toda uma alma de artista que ama o que faz e faz o que ama.
Consegue deixar-me maravilhado com muitas das suas obras, tendo despertado em mim o gosto adormecido pelo amarelo das cearas alentejanas.
Ao escrever estas palavras simples e sentidas sobre o artista lembro-me de um livro que li há já bastantes anos, de Erica Jong que dizia na qualidade de escritora e psicanalista mais ou menos o seguinte: Um quadro é como um homem. Quando o olho e se torna muito importante para mim. Levo-o para minha casa e penduro-o na parede.
Também porque alguns dos seus quadros se tornaram muito importantes para mim, levei-os para minha casa, pendurei-os na parede e deleito-me olhando-os frequentemente, em paz.
Amigo de há vários anos, por quem nutro grande apreço e admiração.
DR. MANUEL ERMIDA.
1 5 1