Respostas

A melhor resposta!
2014-04-14T05:18:59-03:00
 h(x) = (m^2 - 3m)*x^2 - (2x -3)\\\\h(x)=m^2x^2 -3mx^2-2x-3

Para ser uma equação do segundo grau  x² e x  tem que existir
então quando substituir M por algum numero nessa parte da equação que está em funçao de m 

m^2x^2 -3mx^2
o resultado tem que ser diferente de 0

observando vemos que m nao pode ser 0 porque

h(x)=0^2x^2 -0*3x^2-2x-3\\\\h(x)=-2x-3
 
e isso é uma equação do primeiro grau

igualando a equação a 0 vamos achar outro valor para m 
que nao nos serve
m^2x^2 -3mx^2=0
fatorando essa equação
colocando m e x² em evidencia

m^2x^2 -3mx^2=0\\\\mx^2(m-3)=0
veja o que esta entre parenteses
quando m for 3 ficara (3-3) =0
e quando fizer a multiplicação mx²(0) =0

então 3 tambem não pode ser um valor de m 

veja
m^2x^2 -3mx^2\\\\3^2x^2-3*3x^2\\\\9x^2-9x^2=0
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
M pode ser qualquer valor que não seja 0 ou 3
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------




3 5 3
Muito obrigada! Ajudou bastante!!!
2014-04-14T11:18:53-03:00
Tendo a seguinte função:
 h(x) = (m^2 - 3m)x^2 - 2x -3\\

Para que h(x) seja uma função do segundo grau o termo que acompanha x^2 deve ser diferente de zero, pois se o mesmo for igual a zero teremos um função do primeiro grau, assim:
m^2 - 3m \neq 0\\
m(m-3) \neq 0 \\
m \neq 0 \\
m-3 \neq 0 \\
m  \neq 3

Assim, m dever diferente de 0 e 3.
1 2 1