Leia, com atenção, o fragmento de texto abaixo."Surgimos da confluência, do entrechoque e do caldea¬mento do invasor português com índios silvícolas e campineiros e com negros africanos, uns e outros aliciados como escravos. [...] nessa confluência tem-se um novo modelo de estrutura social. Novo porque surge como uma etnia nacional, diferenciada culturalmente de suas matizes formadoras. Povo novo ainda porque é fundado num tipo renovado de escravismo e numa servidão continuada ao mercado mundial" (RIBEIRO, 1995, p. 9).Em: "Povo novo ainda porque é fundado num tipo renovado de escravismo e numa servidão continuada ao mercado mundial", Darcy Ribeiro demonstra sua visão crítica de que:
I
a condição de colonizados nos coloca como um país servido pelo mercado mundial.
II
a condição de colonizados nos coloca como um país tratado como igual aos países hegemônicos no mercado mundial.
III
o povo brasileiro, no contexto em que a obra foi produzida, ainda estava em formação, mas ainda é visto em condição de servidão em relação ao mercado mundial.
IV
não devemos considerar o contexto da obra, e, portanto, é errônea a interpretação de que o Brasil tem condição de servidão em relação ao mercado mundial.
V
somos tratados desde a nossa base histórica como país soberano, o qual não se coloca em condição de servidão.

1

Respostas

2014-04-22T22:51:17-03:00
Vou nessa: o povo brasileiro, no contexto em que a obra foi produzida, ainda estava em formação, mas ainda é visto em condição de servidão em relação ao mercado mundial.