Analise os fragmentos das notícias abaixo:

Editorial: Aborto sem crime

Foi oportuna e corajosa a iniciativa do CFM (Conselho Federal de Medicina) de recomendar a ampliação das situações previstas para o aborto na legislação brasileira. A interrupção voluntária da gravidez já é permitida em casos de estupro ou de risco para a vida da mãe. Decisão do Supremo Tribunal Federal admitiu, recentemente, que o mesmo ocorra quando se verifica a anencefalia do feto. Propõe-se que a permissão seja estendida até a 12ª semana de gestação, se a mãe assim o desejar.

Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/1251182-editorial-aborto-sem-crime.shtml > Acesso em: 26/03/2013 (adaptado).


Frente Parlamentar quer explicações do presidente do CFM sobre aborto

Conselho de Medicina defendeu a liberação do aborto até a 12ª semana. Grupo de parlamentares em defesa da família é contrário ao aborto. A Frente Parlamentar em Defesa da Família quer convocar o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM) para explicar por quais motivos a entidade defendeu a liberação do aborto em gestações de até 12 semanas. Para o presidente da Frente, senador Magno Malta (PR-ES), a defesa é "no mínimo infame" e vai contra os direitos à vida.

Disponível em: < http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/03/frente-parlamentar-quer-explicacoes-do-presidente-do-cfm-sobre-aborto.html > Acesso em: 26/03/2013 (adaptado).


Feministas apoiam decisão do CFM pela descriminalização do aborto

Representantes de diversos movimentos feministas do Brasil – incluindo a Articulação de Mulheres Brasileiras, Católicas pelo direito de decidir, CFEMEA, Fórum Goiano de Mulheres, Grupo Curumim, Instituto Anis, Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos e Relatoria de Direito à Saúde Reprodutiva da Plataforma Dhesca Brasil – reuniram-se com a presidência do Conselho Federal de Medicina (CFM), nesta terça-feira (26).

Disponível em: < http://www.catolicasonline.org.br/noticias/conteudo.asp?cod=3897 > Acesso em: 26/03/2013 (adaptado).


Mesmo que não exista um consenso a respeito do tema em nossa sociedade é evidente que ele precisa ser discutido com maturidade. Posicione-se a favor ou contra a descriminalização do aborto com, no mínimo, três argumentos que sustentem a sua opinião.

1

Respostas

2013-06-10T17:25:47-03:00

Olha eu sou totalmente contra o aborto, primeiro pensa aí se fosse voçe na barriga da sua mãe, gostaria que fizesse isso com voçe?

_segundo,todo ser tem direito à vida.

_terceiro a criança não tem culpa de nada.

 

   Então p/ mim isso é um crime bárbaro, é a mesma coisa matar uma pessoa adulta.

 

1 3 1