Respostas

2013-06-11T00:46:57-03:00

Desde antigamente o trabalho braçal(mão de obra) era escrava em que os chefes que pensavam em tudo(trabalho intelectual) mandavam e os demais apenas faziam.

 

No mundo atual, como não existe mais escravidão, observamos uma grande diferença de salário entre os 2. O pedreiro por exemplo que trabalha muito mas ganha pouco e um administrador que faz com que uma empresa cresça apenas pensando e fazendo contas.

 

Observe que quem faz faculdade ganha inteligencia e tem um futuro financeiro maior, mas aqueles que não tem muita escolaridade fazem trabalho braçais.

 

Falei pouco mas falei e nunca esqueça que toda profissão é digna.

15 4 15
2013-06-11T01:32:31-03:00

Vamos lá...

 

Na antiguidade o trabalho era divido em um sistema de castas. Na sociedade grega o trabalho era considerado algo indigno para um homem uma vez que quem trabalhava não tinha tempo suficiente para pensar sobre as cosias ao seu redor. Assim o trabalho de pensadores era valorizados enquanto quem fazia os trabalhos manuais eram os escravos (Principalmente proviniente de guerras).

 

Na idade média o trabalho aparece na forma Feudal, em que os senhores eram donos de servos e que esses faziam o trabalho em troca de uma pequena parte da produção para a alimentação familiar e subexistencia. Nessa época o "Saber" estava concentrado na mão da igreja católica e essa cabia a manutenção dos princios, dogmas e paradigmas da época.

Vale lembrar que foi nessa época que surgiu nos mosteiros o trabalho por lazer e ocupar a mente, uma vez que os monges quando não tinham nada para fazer, para manter a alma ocupada iam praticar alguma espécie de trabalho.

 

Na revolução industrial, se tem o homem como uma máquina na industria, trabalhando incessantemente para produzir, em fábricas em más condições e com condições desumanas de trabalho. Nessa época e trabalho intelectual está a favor da modernidade e da tecnologia, há grandes inventos que propiciam uma maior industrialização do mundo.

 

Na atualidade o trabalho assume várias faces, o homem é o que ele trabalha, ou seja o homem acaba assumindo uma personalidade graças ao trabalho dele, como diria Marx> "O homem é o que ele faz". Atualmente também o homem quer cada vez mais trabalhar mais, para assim conseguir uma melhor condição de vida, mais dinheiro, etc.

14 4 14